Competências interpessoais

Este texto tem como objetivo a definição de competências interpessoais.

Definição de competências interpessoais

Competências interpessoais definem-se como o conjunto de habilidades ou ferramentas, que um indivíduo possui, e utiliza na sua interação e comunicação com outros indivíduos, num determinado meio organizacional.

Estas competências geralmente são denominadas por “soft skills” de um indivíduo, sendo utilizadas tanto a nível pessoal, como profissional e social.

O desenvolvimento das competências interpessoais permite ao indivíduo potenciar o seu relacionamento, desenvolvendo desta forma ferramentas em determinadas áreas, como por exemplo, a comunicação, liderança, gestão de conflitos, escuta ativa, entre outras.

Existem vários tipos de competências interpessoais, destacando-se as seguintes:

– Comunicação verbal

A comunicação verbal eficaz exige um discurso com clareza. Isto geralmente requer nada mais do que falar pausadamente, de forma tranquila, mostrando confiança no discurso. Muitas pessoas sentem-se pressionadas em responder a perguntas e conversas imediatamente, mas por vezes é melhor fazer uma pausa por um momento, especialmente se a pergunta e/ou conversa, assim o exige. Com o desenvolver desta habilidade aumenta-se a capacidade de permanecer calmo, focado e interessado, perante o assunto em questão.

– Comunicação não verbal

A comunicação não verbal é geralmente subestimada. Neste tipo de comunicação, os indivíduos sutilmente reforçam o que dizem verbalmente, mostrando confiança e emoções que sintam sem dizer uma única palavra. Comunicar não verbalmente, significa comunicar com a linguagem corporal, através de expressões faciais (especialmente contato visual), postura, voz e gestos.

– Saber ouvir

Tal como a comunicação não verbal, também esta competência é subestimada. Saber ouvir é tão importante como saber falar. A comunicação não pode ser realizada a menos que um dos interlocutores saiba ouvir. Sem saber ouvir efetivamente um indivíduo não consegue interpretar nem responder adequadamente.

– Questionar

O questionar não deve ser apenas uma forma de obter informações. Geralmente o questionar é uma boa forma de iniciar uma conversa, demonstrando interesse, e podendo desta forma atrair instantaneamente a atenção do outro indivíduo. Saber questionar eficazmente demonstra uma maneira inteligente de abordar os problemas, e/ou situações, e obter as respostas necessárias.

– Comportamento

Um comportamento adequado a determinada situação é outra das competências interpessoais muito importantes no relacionamento dos indivíduos. Quer seja a nível pessoal, quer seja a nível profissional ou social, a maneira como um indivíduo se comporta diante de outro determina o sucesso ou não de um relacionamento.

– Solução de problemas

A solução de problemas não diz respeito necessariamente à rapidez com que se resolve, mas sim da forma como é resolvido. Os principais aspetos que levam a que um problema seja bem resolvido consiste em identificá-lo corretamente, compreendê-lo, examinar todas as opções possíveis para resolvê-lo, e por fim, colocar em prática a solução e monitorizar o seu progresso ao longo do tempo.

– Consciência social

Estar em sintonia com as emoções de outros indivíduos é uma das competências interpessoais essenciais, sendo que por isso, a consciência social é importante na identificação de oportunidades, pois estaremos a concentrar-nos nos outros e não em nós próprios, mostrando desta forma, um relacionamento com uma elevada consciência social.

– Auto-gestão

A auto-gestão é um dos pilares da inteligência emocional, e fundamental para o sucesso na área da liderança, pois permite controlar as emoções, quando estas não estão alinhadas com o tipo de comportamento, que seja adequado a uma determinada situação. Isto significa, que em determinadas circunstâncias há que, por exemplo, controlar a raiva, esconder a frustração, manter a calma, entre outros.

– Responsabilidade vs. Responsabilização

Dizer que se vai fazer uma coisa, e realmente fazê-lo, é sinal de responsabilidade e cria laços de confiança entre os indivíduos, diminuindo desta forma os conflitos que possam surgir. Admitir os erros e ser responsabilizado por determinada ação, quando surgem conflitos, é mais difícil de gerir, tanto a nível pessoal, como a nível profissional. Aprender a prestar contas é uma das tarefas mais desafiantes no quotidiano de um indivíduo.

Responsabilidade e responsabilização são dois indicadores importantes do nível de maturidade emocional de determinado indivíduo, sendo de elevada importância no que diz respeito às competências interpessoais de cada um.

– Assertividade

Ser assertivo é outro tipo de competência interpessoal que significa expressar-se claramente, confiante no discurso, respeitando cada indivíduo e colocando as suas ideias de forma concisa e segura.

Indivíduos com alto nível de competências interpessoais têm a capacidade de estabelecer um relacionamento muito positivo, com uma boa comunicação, elevada capacidade de resolução de problemas e conflitos e são capazes de direcionar a sua equipa na direção certa com maior facilidade.

1743 Visualizações 1 Total
1743 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.