DRAM (Dynamic Random Memory)

O termo DRAM (sigla de Dynamic Random Memory) é um tipo de memória regravável e muito rápida. É disponibilizada no formato de chips (circuitos integrados), programa que controla um dispositivo de hardware.

O termo DRAM (sigla de Dynamic Random Memory) é um tipo de memória regravável e muito rápida. É disponibilizada no formato de chips (circuitos integrados), programa que controla um dispositivo de hardware.

A DRAM é um tipo de memória que é normalmente usada para dados ou programada para um processador de um computador funcionar. DRAM é um tipo comum de memória RAM (random access memory) usada em computadores pessoais (PCs) e servidores. O acesso aleatório permite que o processador do computador aceda a qualquer parte da memória diretamente em vez de ter de proceder sequencialmente a partir de um ponto de partida. A RAM está localizada próximo do processador de um computador e permite o acesso mais rápido aos dados.

A DRAM guarda cada bit de dados ou cada código do programa do armazenamento constituído por um condensador e um transístor, e são normalmente organizados numa configuração retangular de armazenamento. O armazenamento DRAM é dinâmico e precisa de ser atualizado e de receber uma nova carga eletrónica a cada poucos milissegundos para compensar a saída de carga do condensador.

DRAM é uma opção de semicondutores de memória que um designer de sistemas pode usar na construção de um computador. As opções de memória alternativas incluem RAM estática (SRAM ou static RAM), EEPROM ou electrically erasable programmable read-only memory, NOR flash e NAND flash . Muitos sistemas utilizam mais do que um tipo de memória.

As principais vantagens da DRAM são o seu design simples, rapidez e baixo custo em comparação com tipos alternativos de memória. As principais desvantagens da DRAM são a sua volatilidade e o seu alto consumo de energia em relação ás outras opções.

Existem muitos tipos ou interfaces para a comunicação com a DRAM tais como:

  • FPM (Fast Page Mode DRAM). Introduzido em 1987, esta é uma forma primitiva de DRAM, que já foi muito comum, porque ela foi um pouco mais rápida do que a DRAM. Este tipo de memória de computador eram frequentemente montadas num SIMM em 486 e nos primeiros computadores Pentium.
  • EDO (extended data output). EDO oferece um ligeiro aumento de desempenho ao longo do FPM DRAM cortando algumas etapas ao endereçar memória. Introduzido em 1995, EDO requer um conjunto de chips específico e é limitado a velocidades de barramento de 66 MHz. Mais uma vez, estes chips são montados em módulos SIMM.
  • BEDO (burst EDO RAM). Esta é uma variante ligeiramente mais rápida que a do chip EDO RAM em que lê e escreve operações muito rapidamente. Este tipo de memória de computador não é amplamente utilizado.
  • SDRAM (synchronous DRAM). SDRAM sincroniza-se com a velocidade de clock do microprocessador que permite o acesso mais rápido à memória. Esses chips são montados em módulos de memória DIMM e são classificados de acordo com a velocidade do processador. Por exemplo, uma memória PC133 SDRAM DIMM é projetada para um Pentium 133 CPU.
  • ESDRAM (enhanced SDRAM) . Esta versão da SDRAM inclui uma pequena cache SRAM, de modo a reduzir a latência e acelerar as operações. Esta norma não é amplamente utilizada.
  • SLDRAM (synchronous link dynamic RAM). Outra versão da SDRAM, que foi concebida como um design alternativo à RDRAM. Não é amplamente utilizada.
  • DDR (double data rate SDRAM). DDR permite transferências de dados em ambos os aumentos e decréscimos nos extremos do ciclo de clock. Isso faz com que a taxa de transferência de dados dobre a velocidade. Os chips DDR são montados em módulos DIMM de 184 pinos e estão normalmente disponíveis de 128 MB a 1 GB de capacidade. Eles operam em velocidades de barramento até 400 MHz. A memória DDR é muito comum, mas a tecnologia utilizada tem os seus limites, e ela foi substituída pela DDR2.
  • DDR2. Esses chips substituíram a memória DDR. Eles são montados em módulos de memória DIMM de 240 pinos, podem operar a velocidades de barramento mais elevadas e têm uma capacidade de 256 MB a 2 GB de memória. DDR2 tem duas vezes a latência da DDR, mas fornece dados ao dobro da velocidade da DDR, teoricamente, realizando-o ao mesmo nível.

    A evolução na velocidade e tamanho das memórias continua nas memórias DDR3, DDR4 e DDR5.

  • RDRAM (Rambus DRAM). A tecnologia de memória baseada num protocolo de alta velocidade desenvolvida pela Rambus Inc.. A RDRAM tem frequências de 800 MHz a 1200 MHz, e conjuntos de chips que podem chegar a 1600 MHz. RDRAM RIMMs só podem ser usados em motherboard’s ou sistemas projetados especificamente para eles. Há 184 pinos para RDRAM RIMMs de 16 bits e 232 pinos para RDRAM RIMMs de 32 bits.

1349 Visualizações 1 Total
1349 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.