Teoria da Maturidade de Argyris

Apresentação da Teoria da Maturidade de Argyris: A Teoria da Maturidade de Argyris, apresentada por Chris Argyris em Personality and Organization, é uma das muitas teorias que…

Apresentação da Teoria da Maturidade de Argyris

A Teoria da Maturidade de Argyris, apresentada por Chris Argyris em Personality and Organization, é uma das muitas teorias que procura explicar a natureza e comportamento humano. Segundo esta teoria, o desenvolvimento de uma pessoa processa-se ao longo de um intervalo contínuo de uma situação de imaturidade para uma situação de maturidade. Uma pessoa madura caracteriza-se por ser activa, independente, autoconfiante e autocontrolada. Pelo contrário, uma pessoa imatura é passiva, dependente, tem falta de confiança e sente necessidade de controlo pelos outros.

Muitas vezes, o próprio funcionamento das organizações (em termos de especialização do trabalho, cadeia de comando, grau de delegação, grau de controlo, etc), constituem em si um impeditivo para que os funcionários atinjam de forma natural um elevado grau de maturidade. Muitas vezes as organizações esperam que os seus colaboradores sejam passivos, dependentes, que tenham uma perspectiva de curto prazo, que produzam sem exigirem um elevado grau de controlo. Segundo Argyris, sempre que um funcionário com elevado grau de maturidade se depara com uma situação destas tende a tomar uma de três atitudes:

  • Fuga: traduz-se na demissão, faltas ao trabalho, etc.;
  • Luta: através de estrturas como os sindicatos ou mesmo através da organização informal;
  • Adaptação: é a reacção mais comum e consiste em desenvolver uma atitude de apatia e indiferença, em que o salário mensal representa a compensação pelo “castigo” que o trabalho representa.
4135 Visualizações 1 Total
4135 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.