Sistemas de Liderança de Likert

Apresentação dos Sistemas de Liderança de Likert – Para avaliar o estilo de liderança têm sido desenvolvidos diversos modelos. Os Sistemas de Liderança…

Apresentação dos Sistemas de Liderança de Likert

Para avaliar o estilo de liderança têm sido desenvolvidos diversos modelos. Os Sistemas de Liderança de Likert constituem um dos mais conhecidos e o primeiro modelo de avaliação do estilo de liderança a ser criado. Este modelo divide os estilos de liderança em quatro tipos diferentes consoante o grau de uso de autoridade pelo líder:

  • Sistema I – Autoritário Coercivo: autocrático, fortemente arbitrário e que organiza e controla rigidamente tudo o que ocorre dentro da organização, são usadas ameaças e punições, a comunicação é rara e o trabalho de grupo é inexistente. As principais consequências negativas deste tipo de liderança são a submissão, a dependência, a inibição e a desmotivação. Pode ter algumas consequências positivas principalmente ao nível da rapidez na tomada de decisões. Verifica-se geralmente em organizações de mão-de-obra intensiva e não especializada e com pouca tecnologia.
  • Sistema II – Autoritário Benevolente: autoritário e impositivo mas mais condescendente e menos rígido que o Sistema I; neste sistema existe já alguma consulta e delegação e, a par das ameaças, existem também recompensas. As consequências são semelhantes às dos Sistema Autoritário Coercivo, embora menos intensas. Acontece em organizações industriais com alguma tecnologia e mão-de-obra mais especializada.
  • Sistema III – Consultivo: mais participativo e menor arbitrariedade organizacional; os objectivos e as tarefas são discutidas previamente, existe alguma comunicação de baixo para cima e existe algum encorajamento do trabalho de grupo. Permite alguma segurança colectiva e motivação dos trabalhadores, tornando-se, contudo, mais moroso que os anteriores. Usualmente empregue em empresas de serviços e em algumas áreas de empresas industriais mais organizadas.
  • Sistema IV – Participativo: democrático, onde todos participam democraticamente na tomada de decisões; existe boa comunicação em todos os sentidos e atinge-se um bom nível de motivação. Das principais consequências destacam-se o sentimento de segurança colectiva e de interdependência e uma maior motivação, podendo, contudo, o processo de decisão tornar-se mais demorado. Localizada em empresas de elevada tecnologia e pessoal especializado, onde os profissionais desenvolvem actividades complexas.

Embora não caracterizado por Likert, poderíamos ainda caracterizar um outro sistema de liderança correspondente à permissividade. Num sistema deste tipo, o líder deixa que os subordinados decidam o que fazer, não organiza as tarefas, não controla e não resolve conflitos. Em suma, não lidera na verdadeira acepção da palavra. As principais consequências de um sistema deste tipo seriam a apatia, o conflito e a desordem, a insegurança e desmotivação e ainda a lentidão na tomada de decisões.

1732 Visualizações 1 Total
1732 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.