Modelo Utilitário (de Ética)

Conceito de Modelo Utilitário (de Ética): O Modelo Utilitário é um modelo de ética para a tomada de decisão que tenta avaliar o efeito de determinadas decisões…

Conceito de Modelo Utilitário (de Ética)

O Modelo Utilitário é um modelo de ética para a tomada de decisão que tenta avaliar o efeito de determinadas decisões e comportamentos sobre os outros. O principal objectivo desta avaliação é o de proporcionar ao maior número possível de indivíduos um melhor bem-estar. Embora, por vezes, se prejudique uns para beneficiar outros, desde que os resultados positivos potenciais sejam superiores aos negativos, a decisão pode ser considerada boa e ética. O modelo utilitário é, desta forma, consistente com o estádio de contrato social identificado por Kholberg.

Este modelo prescreve alguns standards éticos, nomeadamente:

  • Objectivos organizacionais: os gestores devem tentar satisfazer as necessidades dos clientes, fornecedores, trabalhadores e accionistas, concentrando-se nos objectivos financeiros da organização.
  • Eficiência: os gestores e todos os restantes membros da organização devem tentar cumprir os objectivos organizacionais com a maior eficiência possível.
  • Conflitos de interesses: os gestores e todos os restantes membros da organização não devem seguir os interesses pessoais que possam entrar em conflito com o cumprimento dos objectivos organizacionais.

O modelo utilitário possui dois grandes ramos: o ramo do acto utilitarista, que dá especial ênfase às consequências de proporcionar o maior bem para o maior número, e o ramo da regra utilitarista, que consiste em seguir regras pré-definidas para obter o maior bem para o maior número.

804 Visualizações 1 Total
804 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.