Estratégia de Oceano Vermelho

Este artigo tem como objectivo explicar o conceito de estratégia de oceano vermelho.

Conceito

A estratégia de oceano vermelho tem de ser analisada como ponto de partida para o desenvolvimento da estratégia de oceano azul, preconizada por Kim e Mauborgne, em 2005, no livro “Blue Ocean Strategy”.

Os oceanos vermelhos correspondem ao espaço de mercado já conhecido, ondas as fronteiras das indústrias estão claramente delineadas e são unanimemente aceites por todos. As regras do jogo da concorrência são, portanto, conhecidas por todos, pelo que só sobra uma forma de tentar superar os rivais: conquistar uma quota maior de procura no mercado existente.

De acordo com os autores esta estratégia tem a limitação de se deparar com um mercado cada vez mais povoado, onde as perspectivas de lucro e crescimento vão diminuindo. Os produtos ou serviços tornam-se meras mercadoras cada vez menos distintas. A implicação da cor vermelho alude, precisamente, a esta ferocidade da concorrência, que mancharia, figurativamente falando, as águas de sangue tornando o oceano vermelho.

É neste seguimento que surge, em completa oposição, a estratégia de oceano azul, que pretende diferenciar-se da concorrência evitando a própria concorrência, ou seja, encontrar novos espaços de mercado.

2751 Visualizações 1 Total
2751 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.