IAS 19 (ou NIC 19) – Benefícios dos Empregados

Apresentação da IAS 19 (ou NIC 19): A IAS 19 – Benefícios dos Empregados, é uma Norma Internacional de Contabilidade que tem como objectivo prescrever a…

Apresentação da IAS 19 – Benefícios dos Empregados

A IAS 19 – Benefícios dos Empregados, é uma Norma Internacional de Contabilidade que tem como objectivo prescrever a contabilização e a divulgação dos benefícios dos empregados.  Para isso, a Norma exige que a entidade reconheça:

  1. um passivo quando um empregado tiver prestado serviços em troca de benefícios de empregados a serem pagos no futuro; e
  2. um custo quando a entidade consumir o benefício económico proveniente do serviço proporcionado por um empregado em troca dos benefícios do empregado.

Os benefícios de empregados aos quais esta Norma se aplica incluem aqueles proporcionados:

  1. segundo planos formais ou outros acordos formais entre uma entidade e empregados individuais, grupos de empregados ou seus representantes;
  2. segundo requisitos legais, ou através de acordos sectoriais, pelos quais se exige às entidades para contribuírem para planos nacionais, estatais, sectoriais ou outros multiempregador; ou
  3. pelas práticas informais que dêem origem a uma obrigação construtiva. As práticas informais dão origem a uma obrigação construtiva quando a entidade não tiver outra alternativa realista senão a de pagar os benefícios dos empregados. É um exemplo de uma obrigação construtiva quando uma alteração nas práticas informais da entidade causaria um dano inaceitável no seu relacionamento com os empregados.

Os benefícios dos empregados incluem:

  1. benefícios a curto prazo de empregados, tais como ordenados, salários e contribuições para a segurança social, licença anual paga e baixa por doença paga, participação nos lucros e bónus (se pagáveis num período de doze meses após o fim do período) e benefícios não monetários (tais como cuidados médicos, habitação, automóveis e bens ou serviços gratuitos ou subsidiados) para os empregados correntes;
  2. benefícios pós-emprego tais como pensões, outros benefícios de reforma, seguro de vida pós-emprego e cuidados médicos pós-emprego;
  3. outros benefícios a longo prazo de empregados, incluindo licença por anos de serviço ou licença sabática, jubileu ou outros benefícios por anos de serviço, benefícios de invalidez a longo prazo e, se não forem pagáveis na totalidade num período de doze meses após o final do período, participação nos lucros, bónus e remuneração diferida; e
  4. benefícios de cessação de emprego.

Porque cada categoria identificada de a)-d) acima tem características diferentes, esta Norma estabelece requisitos separados para cada categoria.

1248 Visualizações 1 Total
1248 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.