Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes foi um renomado poeta, compositor e músico brasileiro. É um dos maiores nomes da Bossa Nova.

Vinicius de Moraes foi um dos artistas e uma das personalidades mais célebres do Brasil. Atuou nos mais diversos campos, tendo sido bem-sucedido e renomado em todos eles. Vinicius foi, acima de tudo, poeta, mas também dramaturgo, diplomata, cantor, compositor e jornalista. Era chamado de “Poetinha”, alcunha dada por Tom Jobim, devido aos seus versos substancialmente líricos.

O Poetinha ficou também famoso por sua vida pessoal. Era um típico carioca boêmio, sempre visto com um cigarro em uma das mãos e um copo de uísque na outra. Por sua personalidade e por seus sonetos cheios de amor, Vinicius de Moraes despontou também como um conquistador inveterado. Tanto é que ele se casou nove vezes.

Apesar de Vinicius ter transitado por variados campos artísticos, ele se considerava primeiramente poeta. Afirmou sempre que todas as suas demais atividades se originaram de sua poesia.

Vinicius de Moraes nasceu no Rio de Janeiro, na Gávea, no dia 19 de outubro de 1913. Era filho de uma pianista, Lydia Cruz de Moraes, e de um poeta e violinista amador Clodoaldo Pereira da Silva Moraes. Vinicius demonstrou interesse e aptidão para a poesia desde cedo, logo que começou seus estudos na escola primária.

Em 1924, começou a estudar em um colégio de padres, o Colégio Santo Inácio. Vinicius cantava no coral dos alunos e montava peças de teatro. Ainda no colégio, começou a fazer suas primeiras composições e apresentações musicais. Em 1930 ingressou na Faculdade de Direito, em que se graduou em 1933.

Em 1936, Vinicius de Moraes tornou-se censor cinematográfico. Em 1938, obteve uma bolsa de estudos a fim de estudar literatura e língua inglesas em Oxford. Retornou ao Brasil em 1941 e logo empregou-se como crítico de cinema em um jornal chamado A manhã. Foi funcionário também do Instituto dos Bancários.

O poeta tentou duas vezes passar no concurso para o Ministério das Relações Exteriores. Em 1942 foi reprovado; em 1943, na segunda tentativa, passou no concurso. Seu primeiro posto diplomático foi em 1946, em Los Angeles, como vice-cônsul. Nos anos 50, Vinicius atuou em trabalhos diplomáticos em Paris e em Roma.

O artista Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes era, de fato, um homem de múltiplos talentos. Além da carreira reconhecida como diplomata, foi um grande poeta, músico e compositor. Por volta de meados da década de 1950, sua carreira musical deslanchou. Ele começou a ganhar grande prestígio enquanto artista a partir de 1956, com sua peça Orfeu da Conceição.

Ainda na década de 50, Vinicius estabeleceu parceria com o maestro Tom Jobim. Ele procurava alguém para musicar sua peça e recebeu a indicação de um amigo a respeito de Jobim. Os dois formaram uma das maiores parcerias que a música brasileira já viu, principalmente quando compuseram e interpretaram canções de Bossa Nova.

Vinicius, inclusive, viu muitas de suas composições sendo gravadas por diversos artistas. A década de 1960 foi ainda mais bem-sucedida para o Poetinha, que passou por um período de ouro na MPB. Mais de 60 composições suas foram gravadas por nomes como Baden Powell e Francis Hime.

Vinicius de Moraes é considerado um dos nomes mais importantes da Música Popular Brasileira. Ele possui, seguramente, mais de cem composições, tanto sozinho quanto em parceria com outros artistas. Além de Tom Jobim, Baden Powell e Francis Hime, o Poetinha aventurou-se na música com Toquinho, Carlos Lyra, Moacir Santos, Chico Buarque, Pixinguinha e Ary Barroso, dentre tantos outros.

O Poetinha morreu em 9 de julho de 1980. Ele havia passado os últimos dois dias junto do amigo Toquinho, com quem acertava os últimos pormenores de um novo álbum que lançariam em parceria, Arca de Noé. Na noite anterior, Vinicius disse estar cansado e que precisava de um banho. Na madrugada de 9 de julho, a empregada encontrou o poeta passando mal na banheira. Apesar da tentativa de socorrê-lo, morreu pouco tempo depois.

452 Visualizações 1 Total
452 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.