Maurice Maeterlinck

Breve biografia de Maurice Maeterlinck

Maurice Maeterlinck (1862 – 1949) foi um notável escritor belga, nascido na cidade portuária de Gante, na Flandres, mas de expressão francesa.

Poeta, romancista, dramaturgo e ensaísta de cariz filosófico, Maeterlinck começou, desde cedo, por se afastar do racionalismo francês e por receber as influências do simbolismo e do romantismo alemão, o que acabou por ficar registado nas duas recolhas poéticas intituladas Serres Chaudes (1889) Douze Chansons (1896).

As suas obras mais conhecidas são os ensaios filosóficos e científicos La Vie des Abeilles (1901) e La Vie des Fourmis (1930) (em português, respetivamente, «A Vida das Abelhas» e «A Vida das Formigas»), estas de pendor naturalista e nas quais ressalta a comparação com a sociedade humana.

Maurice Maeterlinck obteve o Prémio Nobel da Literatura em 1911 e, em 1932, foi-lhe atribuído o título de conde da Bélgica.

Por entre as suas obras, entre outras, são de destacar La Puissance des Morts (1926), Le Miracle de Saint Antoine (1918), Aglavaine et Sélysette (1896), L’Inteligence des Fleurs (1907), Joyzelle (1903) ou L’oiseau Bleu (1909).

7 Visualizações 1 Total
7 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.