Vila Nova de Famalicão (Portugal)

Apresentação da cidade de Vila Nova de Famalicão e do seu concelho: caracterização sócio-económica, histórica, heráldica, património histórico, edificado e património natural.

Vila Nova de Famalicão é uma cidade portuguesa e sede de concelho pertencente ao distrito de Braga localizada na região Norte e sub-região do Ave. Segundo os Censos de 2011, a cidade de Vila Nova de Famalicão conta com 33.487 pessoas e o município conta com uma área de 201,59 km² e tem uma população de 38.868 habitantes num total de 34 freguesias, a saber: União de Freguesias de Antas e Abade de Vermoim, União de Freguesias de Arnoso (Santa Maria e Santa Eulália) e Sezures, União de Freguesias de Avidos e Lagoa, Bairro, Brufe, União de Freguesias de Carreira e Bente, Castelões, Cruz, Delães, União de Freguesias de Esmeriz e Cabeçudos, Fradelos, Gavião, União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz, Joane, Landim, União de Freguesias de Lemenhe, Mouquim e Jesufrei, Louro, Lousado, Mogege, Nine, Oliveira (Santa Maria), Oliveira (São Mateus), Pousada de Saramagos, Pedome, Requião, Riba de Ave, Ribeirão, União de Freguesias de Ruivães e Novais, Seide, União de Freguesias de Vale (São Cosme), Telhado e Portela, Vale (São Martinho), Vermoim, União de Freguesias de Vila Nova de Famalicão e Calendário e, por último, Vilarinho das Cambas. Faz fronteira com os concelhos de Braga, Guimarães, Santo Tirso, Trofa, Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Barcelos.

 Vila Nova de Famalicão 1

História da cidade:

Existem provas que este território já vinha a ser povoado desde a Idade do Ferro como se pode comprovar através dos vestígios arqueológicos dos castros existentes na zona. De períodos posteriores, são exemplo o Castro do Monte das Ermidas, do século IV a.C., o Castro de São Miguel-o-Anjo e ainda o Castro de Eiras. A Pedra Formosa do Castro de Eiras, foi encontrada em 1880, e pertencia a um complexo de banhos datado do primeiro milénio antes a.C.. Há uma certa tradição que pretende encontrar a origem do nome desta terra. Diz-se que estaria associada a uma personagem histórica chamado “Famelião” que teria aberto uma taberna conhecida por “Venda Nova de Famelião”.

No entanto, a origem histórica de Vila Nova de Famalicão remonta ao ano de 1205, quando D. Sancho I lhe concede o foral. Há referências, por parte de alguns historiadores, que a povoação já era neste período sede administrativa e judicial da Terra de Vermoim. Em 1243, D. Sancho I volta a fazer uma carta foral para 40 povoadores da terra de Vila Nova, dando autorização para estes cuidarem do seu reguengo. Todo o lucro obtido seria perpétuamente deles, por direito hereditário. Nesse mesmo foral, o rei ordena à povoação que seja feira uma feira quinzenal, que ainda hoje é realizada semanalmente. Vila Nova de Famalicão, como sede do Julgado de Vermoim, foi-se valorizando durante anos mostrando sempre anseios de progredir. Em 1734 e 1735, insiste com Barcelos, para lhe serem concedidas regalias de forma a continuar a progredir. Em 1825, pediu novamente a Barcelos a criação de um concelho próprio, mas foi-lhe negado.

Só dez anos depois com a criação de uma nova Divisão Judicial do Reino de Portugal, é que foi formado o concelho de Vila Nova de Famalicão por carta foral dada pela rainha D. Maria II. Com a refundação do concelho e com a abertura da estrada Porto – Braga em 1875, Vila Nova de Famalicão entra numa fase importante do seu desenvolvimento. São construídos edifícios públicos, tal como o Hospital da Misericórdia e os Paços do concelho e erguidos também vários edifícios particulares luxuosos. Nesta altura, começam também a instalar-se fábricas e oficinas, como são o caso da fábrica de relógios “A Boa Reguladora”, em 1895, a Tipografia Minerva, em 1886 e as fábricas têxteis em Riba de Ave. Durante o século XX, a cidade atinge um patamar de qualidade a nível de equipamentos e infraestruturas modernas. Assim, em 1985, é aprovada a ascensão de Vila Nova de Famalicão à categoria de cidade.

Cidade__92__1_720_400

Património Natural e Edificado:

Como Património Natural de Vila Nova de Famalicão destaca-se a Casa de Camilo, terra do Escritor Camilo Castelo Branco, onde neste momento pontifica um museu. Além deste museu, existem outros em Famalicão, como o Museu de Bernardino Machado, o Museu da Industria Têxtil, Museu Ferroviário de Lousado e o Centro de Estudo de Surrealismo. A Arte românica está presente em alguns monumentos históricos como a Igreja de Santiago das Antas, Mosteiro de Landim e o Mosteiro de Arnoso. No que diz respeito ao património Natural, o concelho de Vila Nova de Famalicão tem o Parque da Devesa como principal destaque, sendo como se tratasse de um parque da cidade com múltiplas valências. Além do Parque da Devesa, existem outros parques como o Parque da Juventude, o Parque do Vinhal, o Parque de Sinçães e a Mata da Pindela. 

 

brasão-famalicãoBrasão da Cidade:

O Brasão da Cidade de Vila Nova de Famalicão tem um Escudo de prata com uma faixa de negro com três romãs de ouro abertas de vermelho. Em chefe, dois cachos de uvas de verde realçados de prata, folhados e troncados a verde. Em contra-chefe, um cacho de uvas dos mesmos esmaltes. Coroa mural de cinco torres de prata. Listel com as letras a negro : ” VILA NOVA DE FAMALICÃO “.

Acordos de Geminação e Cooperação:

cidade de Vila Nova de Famalicão conta com 4 acordos de cooperação e geminação, a saber:

  • Caruaru é um município brasileiro do Estado do Pernambuco com cerca de 350.000 habitantes (desde 13 de Setembro de 1999)
  • Givors é uma comuna francesa da região de Rhône-Alpes com uma população estimada de 20.000 pessoas (desde 1 de Janeiro de 1992)
  • Lobata é um distrito de São Tomé e Príncipe localizado na Ilha de São Tomé onde moram à volta de 19.500 pessoas (desde 27 de Julho de 2012)
  • Mocuba é uma cidade moçambicana da província do Zambeze, onde moram cerca de 58.000 habitantes (desde 27 de Julho de 2012)
  • Saint-Fargeau-Ponthierry é uma comuna francesa dos arredores de Paris com pouco mais de 10.000 habitantes (desde 13 de Junho de 1989)
  • São Vicente é um concelho na Ilha com o mesmo nome em Cabo Verde em que moram 76.000 habitantes. (desde 1 de Janeiro de 2000)
856 Visualizações 1 Total
856 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática