Serpa

 

Localizada na fronteira de Portugal com Espanha, Serpa é um município do distrito de Beja e que contando com cerca de 11 623 habitantes, distribuídos por uma área geográfica de 1 105 km2 composta por cinco freguesias: Serpa, Pias, Brinches, Vila Verde de Ficalho e União de Freguesias de Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo.

Relativamente ás suas fronteiras, este concelho é delimitado a norte pelo concelho de Vidigueira, a Sul pelo concelho de Mértola, a Oeste por Beja, a nordeste por Moura e a Este por Espanha.

O pico mais elevado de habitantes deu-se no ano de 1960 com cerca de 32 mil habitantes, assim como outros concelhos alentejanos, vindo a perder população até aos dias de hoje, em que possuí menos de metade de população residente.

A nível histórico, crê-se que a região é habitada desde do período pré-romano, sendo apenas se desenvolvido, especialmente por motivos agrícolas, após a chegado dos mesmos. Foi após a reconquista cristã que a vila tomou um rumo e se desenvolveu para o que conhecemos hoje, sendo constituída enquanto concelho, e recebendo carta de foral, por Dom Dinis no ano de 1295, que também mandou erguer as muralhas da vila e o seu castelo.

No ano de Dom Manuel I, em 1512, a cidade volta a desenvolver-se, recebendo novamente carta de foral, apesar de ser outro concelho que devido à sua fronteira com Espanha sofreu bastante com as Guerras da Restauração, ficando quase toda destruída.

A nível económico, este é mais um dos concelhos alentejanos em que apesar de ser um centro administrativo predomina o sector primário, nomeadamente a agricultura e pecuária, seguindo-se-lhe o sector secundário, nomeadamente as indústrias oleiras e de cerâmica. Relativamente ao sector terciário, este apenas se está a desenvolver recentemente, nomeadamente devido ao turismo.

No que concerne ao Clima, Serpa apresenta a par de outros concelhos alentejanos, um clima fortemente mediterrânico com Verões quentes e secos e Invernos frios e rigorosos, apesar da baixa precipitação.Armas serpa.4

Curiosamente, foi na localidade de Serpa que em 1995 é gravada um êxito da ficção nacional, a telenovela “Roseira Brava” dando a conhecer a região a Portugal inteiro.

Relativamente ao turismo e ao património construído destaca-se o seu Castelo e as muralhas, o aqueduto de Serpa, o Palácio dos Condes de Ficalho, a Torre do relógio, o Museu do relógio (conhecido internacionalmente), assim como as várias igrejas, ermidas e templos cristãos espalhados pelo concelho alentejano.

A sua bandeira, apresenta um castelo e curiosamente uma serpente com asas, identificando-se a um dragão. Isto, porque o nome Serpa poderá surgir da palavra “Serpe”, que significa víbora idêntica a um dragão.

Onde Comer Onde Dormir

Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>

Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
Onde se Divertir O que Visitar
Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
1263 Visualizações 2 Total
1263 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.