Salvaterra de Magos, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Salvaterra de Magos

Salvaterra de Magos é um município português localizado no distrito de Santarém, na região do Alentejo e sub-região do Ribatejo. É um município com 22 159 habitantes, de acordo com os censos de 2011, com quatro freguesias em 243,93 km². O município é limitado a norte por Almeirim, a leste e sul por Coruche, a sudoeste por Benavente e a noroeste pela Azambuja e pelo Cartaxo.

As quatro freguesias do concelho de Salvaterra de Magos são Glória do Ribatejo e Granho, Marinhais, Muge e Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra.

História

A origem deste concelho é antiga, uma vez que esta é uma região fértil e com importantes recursos de água. Em abril de 1383 foi assinado em Salvaterra de Magos o tratado de casamento entre D. Beatriz de Portugal e D. João I, rei de Castela e Leão.

Em 1542 Salvaterra de Magos foi cedida ao Infante D. Luís que nesta zona mandou construir o palácio real em cujas tapadas se realizavam caçadas ao javali e corridas de touros.

Património

Em relação ao património desta cidade alentejano podemos destacar:

  • Concheiros de Muge – património arqueológico
  • Capela do antigo Paço Real de Salvaterra de Magos – património religioso
  • Falcoaria do antigo Paço Real de Salvaterra de Magos – património civil

Gastronomia

A cozinha tradicional do concelho tem as influências da lezíria, da charneca e do rio Tejo. Deste modo, da lezíria e da charneca destacam-se pratos de carne, nomeadamente borrego, cabrito, aves de bico, porco, vaca e carnes bravas, mas também as sopas. Já da influência do Tejo pode provar o sável, a saboga, o barbo, a fataça, a lampreia e a enguia, que podem ser consumidos em sopas, açordas, molhatas e assados.

Ainda no que aos pratos típicos diz respeito não deixe de experimentar enguias fritas, caldeirada de enguias, torricado de bacalhau, furjoca, tripa e bucho, cozido à portuguesa, sopa de ossos e sopa de feijão.

Por fim, em termos de doçaria destacam-se os barretes, as enguias de Salvaterra, os D. Dinis, os FalcoDoces, os bolos brancos, os bolos de erva-doce, a esturreca, o arroz doce, as broas, os sonhos, as filhós, o pudim de ovos e os lagartos.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Valkenswaard (Holanda) a 31 de dezembro de 1996
  • Cela (Angola) a 09 de novembro de 1998
  • Marinha Grande (Portugal) a 17 de julho de 1999

Brasão da cidade

Salvater

O brasão da cidade é um escudo de azul com um touro possante de ouro. Em chefe está um cacho de uvas de púrpura folhado de ouro, acompanhado de dois molhos de três espigas de trigo, cada um do mesmo metal. A coroa mural é de quatro torres de prata e o listel é branco com a legenda VILA DE SALVATERRA DE MAGOS a negro.

Municípios do Distrito de Santarém

Abrantes Alcanena Almeirim Alpiarça Benavente
Cartaxo Chamusca Constância Coruche Entroncamento
Ferreira do Zêzere Golegã Mação Ourém Rio Maior
Salvaterra de Magos Santarém Sardoal Tomar Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
74 Visualizações 1 Total
74 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.