Montemor-o-Velho, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Montemor-o-Velho

Montemor-o-Velho é um município português localizado no distrito de Coimbra, na região do Centro e sub-região do Baixo Mondego. É um município com 26 171 habitantes, de acordo com os censos de 2011, com onze freguesias em 228,96 km². O município é limitado a norte por Cantanhede, a leste por Coimbra e por Condeixa-a-Nova, a sul por Soure e a oeste pela Figueira da Foz.

As onze freguesias do concelho de Montemor-o-Velho são Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca, Arazede, Carapinheira, Ereira, Liceia, Meãs do Campo, Montemor-o-Velho e Gatões, Pereira, Santo Varão, Seixo de Gatões e Tentúgal.

Este é um dos municípios de Portugal territorialmente descontínuos. No entanto, Montemor-o-Velho é o único no qual a descontinuidade se deve à existência, na zona sudeste do território, de um pequeno enclave pertencente ao concelho de Soure (freguesia de Figueiró do Campo), encaixado entre as freguesias de Pereira e Santo Varão.

História

Este concelho é uma antiga vila cujos vestígios remontam à Pré-História, nomeadamente ao Neolítico. Além disso, existem referências documentais ao seu castelo desde o século IX.

Em 848 Ramiro I das Astúrias dominou o castelo de Montemor, mas a reconquista do Mondego foi levada a cabo por Fernando Magno de Leão que entregou o castelo ao Conde Sesnando.

A vila recebeu foral em 1212.

Património

O principal património da cidade inclui os seguintes locais:

  • Igreja de Nossa Senhora dos Anjos
  • Castelo de Montemor-o-Velho e Igreja de Santa Maria de Alcáçova anexa
  • Igreja da Misericórdia de Tentúgal
  • Pelourinho de Póvoa de Santa Cristina
  • Casa Nobre do Morgado
  • Cruzeiro de Gatões
  • Pórtico dos Pinas
  • Capela da Misericórdia de Montemor-o-Velho
  • Igreja Matriz de Montemor-o-Velho
  • Solar dos Alarcões
  • Celeiro dos Duques de Aveiro
  • Igreja Matriz de Pereira
  • Capela de Nossa Senhora da Tocha
  • Quinta do Lapuz
  • Paço dos Duques de Cadaval
  • Convento de Almiara

Gastronomia

Na gastronomia do concelho podemos identificar os seguintes produtos: pastel de Tentúgal (doce com Indicação Geográfica Protegida), queijada de Pereira, pinhas doces de Montemor, arroz doce e arroz de lampreia (prato que combina a lampreia pescada no rio Mondego com o arroz carolino do Baixo Mondego).

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

Brasão da cidade

Montemov

O brasão da cidade é um escudo de púrpura com um castelo de ouro aberto e iluminado de negro. A torre central carregada por uma quina de Portugal antigo. O castelo acompanhado por duas flores-de-lis de ouro. Em contra-chefe estão três faixas ondadas, duas de prata e uma de azul. A coroa mural é de prata de quatro torres e o listel é branco com os dizeres VILA DE MONTEMOR-O-VELHO a negro.

Municípios do Distrito de Coimbra

Arganil Cantanhede Coimbra Condeixa-a-Nova Figueira da Foz
Góis Lousã Mira Miranda do Corvo Montemor-o-Velho
Oliveira do Hospital Pampilhosa da Serra Penacova Penela Soure
Tábua Vila Nova de Poiares
126 Visualizações 1 Total
126 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.