Fafe, Portugal

Fafe é um município português localizado no distrito do Braga, na região norte e sub-região do Ave. É um município com 50 633 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 25 freguesias em 219,08 km². O município faz fronteira a norte com Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho, a leste com Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, a sul com Felgueiras e a oeste com Guimarães.

Conhecida como “Sala de Visitas do Minho”, Fafe localiza-se entre as margens dos rios Vizela e Ferro, sendo conhecida pela sua gastronomia, património e beleza natural.

História

O atual território do concelho de Fafe desenvolveu-se, até às reformas liberais do século XIX, sob a designação de Monte Longo, com apenas onze freguesias e com história anterior à fundação da nacionalidade. Monte Longo teve o seu único foral outorgado pelo rei D. Manuel a 5 de novembro de 1513.

No entanto, já antes disso, por este território passaram povos como os celtas e os romanos, de cuja ocupação se mantêm alguns vestígios arqueológicos. O mais conhecido sítio arqueológico do município, de que há notícia desde finais do século XIX, é o Povoado de Santo Ovídio, às portas da cidade. Por volta de 1870, aí foi descoberta pelo arqueólogo Martins Sarmento uma estátua de guerreiro galaico.

Monte Longo era pequeno município de base rural, agrícola e pecuária até às primeiras décadas do século XIX. Nessa altura deu-se o nascimento de Fafe, fruto da incidência emigratória do Brasil. Muitos dos emigrantes transportaram para Fafe as suas economias, aplicando-as na construção de belos edifícios e palacetes.

A designação de Monte Longo manteve-se até 1840.

Património edificado e natural

A localização de Fafe entre as margens dos rios Vizela e Ferro proporciona belas paisagens. Um dos locais mais procurados é a Barragem de Queimadela, uma zona com 11 hectares que dispõe de uma importante valência na área do lazer, oferecendo uma praia fluvial, parques de merendas e condições para a prática de desportos náuticos. Destaque ainda para a existência de uma das maiores manchas de carvalhal contínuo da Europa em Aboim e Várzea Cova.

Sendo uma cidade cosmopolita que sofreu influências dos emigrantes oriundos do Brasil, Fafe detém um rico património de arquitetura brasileira e a cidade ficou conhecida como a Fafe dos Brasileiros, ainda hoje presente nas praças e jardins públicos, nomeadamente o Jardim do Calvário, a Casa da Cultura (onde se localizam o Museu das Migrações e o Museu da Imprensa e das Comunidades) ou o Clube Fafense.

Quem passa pelo concelho não pode deixar de visitar a Igreja Românica de Arões, a Central Hidroelétrica de Santa Rita e as Ruínas do Castro de Santo Ovídio.

Gastronomia

A gastronomia de Fafe é marcada por um prato principal e por um doce. A vitela assada à moda de Fafe foi o prato que projetou a gastronomia fafense um pouco por todo o país, desde o século XIX. Os restaurantes da cidade servem este manjar, assado em forno a lenha e servido em nacos, acompanhado de batata e regado com o famoso vinho verde da região. Em defesa da iguaria foi criada uma Confraria Gastronómica em 2013.

Na doçaria o pão-de-ló de Fornelos, confecionado de forma tradicional na Doçaria de Fornelos (numa das freguesias do concelho) é o grande ex-libris. Além disso, destacam-se também os “doces de gema”.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou Protocolos de Geminação com:

  • Porto Seguro, Bahia (Brasil)
  • Sens, Yonne (França)
  • Soisy-sous-Montmorency, Val-d’Oise (França)

Brasão da cidade

Fafe

O brasão da cidade de Fafe é composto por escudo de prata com um rodízio de vermelho em cima de um rio de três faixas ondadas de azul. Em chefe um disco de azul carregado por um sol de ouro de 16 pontas, sendo oito retilíneas e oito ondeantes, acompanhado por um molho de três espigas de ouro, sustido e folhado de verde e por um cacho de uvas de púrpura, sustido e folhado de verde. A coroa mural de cinco torres de prata e o listel é branco com as palavras CIDADE DE FAFE a negro.

Municípios do Distrito de Braga

Amares Barcelos Braga Cabeceiras de Basto Celorico de Basto
Esposende Fafe Guimarães Póvoa de Lanhoso Terras de Bouro
Vieira do Minho Vila Nova de Famalicão Vila Verde Vizela
238 Visualizações 2 Total
238 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.