Corta da Mina de S. Domingos

Apresentação da Corta da Mina de S. Domingos: A descoberta da Mina de São Domingos foi atribuída ao italiano Nicolau Biava, a 7 de Outubro de 1857…

Apresentação da Corta da Mina de S. Domingos

A descoberta da Mina de São Domingos foi atribuída ao italiano Nicolau Biava, a 7 de Outubro de 1857. Porém, existem vestígios de extracção mineral de épocas bastante longínquas como por exemplo dos Cartagineses ou Fenícios, assim como os romanos. Os trabalhos antigos de mineração da época romana é indicado através de galerias de exploração a céu aberto, e deve-se realçar que o metal era um bem precioso na época romana.

As escavações efectuadas por curiosos trouxeram à vista um enorme legado patrimonial bastante significativo. Exemplo disso são peças de ourivesaria, algumas moedas da era romana atribuídas ao Imperador Constantino II, passando pelo Imperador Vespesiano Coloseum, ao Imperador Aurelius, túmulos, restos de numerosas construções, objectos de cerâmica, etc.

A 22 de Maio de 1858 a concessão do jazigo da Mina de São Domingos foi atribuída a Ernesto Deligny, Luez Decazes e Eugénio Ducherc, representantes de Nicolau Biava, apesar da concessão definitiva ter sido atribuída a 12 de Janeiro de 1859 à Sociedade Anónima Mineira de responsabilidade limitada denominada de La Sabina. Constituída em Huelva e localizada na Minas de São Domingos, tendo sede e direcção em paris esta empresa arrendou a concessão da mina ao senhor Manson. Que por sua vez tinha uma empresa de exploração mineira com o seu consorcio senhor Barry denominada Manson & Barry Limited. Esta Sociedade foi legalizada para funcionar em Portugal tendo os seus escritórios nas Minas de São Domingos e a sua sede em Londres.

Com o desenvolvimento da actividade mineira, existiam em 1863 o número de 27 poços verticais, situando-se 12metros abaixo do solo, sendo ligados entre si pelas galerias com cerca de 52metros.

Com o passar do tempo, o numero de poços aumentou assim como a sua profundidade, chegando a atingir 405 metros a profundidade da corta.

553 Visualizações 1 Total
553 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.