Europeu 92

Dinamarca – os campeões repescados

UEFA_Euro_1992_logo.svg Edição: Participantes: 8Organizador: UEFAAnfitrião: Suécia

Campeão: Dinamarca

Vice-Campeão: Alemanha

Melhor Marcador: Henrik Larsen – 5 golos (Holanda)

Melhor Guarda-Redes: Peter Schmeichel (Dinamarca)

Melhor Jogador: Peter Schmeichel (Dinamarca)

Total de Jogos: 15 partidas

Total de Golos: 32 golos marcados

Assistência Total: 430,111 pessoas

O Campeonato da Europa de 1992 teve lugar na Suécia e foi conquistado pela selecção Dinamarquesa, pela primeira vez na história, de forma inesperada. Os dinamarqueses não se tinham qualificado para a fase final, mas acabaram por ser repescados à última da hora, para substituir a Jugoslávia, que foi suspensa pela UEFA depois de entrar em guerra e ter sido alvo de sanções por parte da ON. Os nórdicos, que tinham ficado em 2º no grupo 4 de apuramento, lugar atrás da Jugoslávia, aproveitaram a chamada para realizar um europeu de sonho.

Este foi a última fase final de um Europeu de Futebol disputado por apenas 8 equipas, a partir de 1996, na Inglaterra, a competição passaria a ter 16 selecções apuradas.

O Campeonato da Europa de 1992, na Suécia, foi ainda o primeiro grande torneio no qual as camisolas dos jogadores ostentavam os seus nomes e números, de 1 a 20.

Com o desmantelamento da União Soviética, foi formada uma selecção denominada Comunidade de Estados Independentes (CEI), que representava 12 dos 15 recém-formados estados soberanos, incluindo o Uzbequistão, o Turquemenistão, o Quirguistão e o Tajiquistão.

Esta foi também a primeira participação da Alemanha reunificada num Campeonato Europeu de Futebol.

A selecção portuguesa voltou a não marcar presença na fase final.

 

Image11

De repescados a campeões – a festa foi dinamarquesa

 

Fase de qualificação

Com a Suécia já apurada como anfitriã da prova, as restantes trinta e duas selecções membros da UEFA foram divididas em 7 grupos de qualificação (cinco com cinco equipas e dois com quatro equipas), dos quais os primeiros classificados se apuraram directamente para a fase final. Qualificaram-se França, Escócia, Comunidade de Estados Independentes, Dinamarca (repescada), Alemanha, Holanda e Inglaterra. As grandes ausentes foram Espanha e Itália.

Portugal ficou em 2º lugar no grupo 6, atrás da Holanda com 11 pontos, ficando afastado do Europeu pela 8ª vez em 9 edições – apenas tinha participado em 1984. A selecção das quinas até conseguiu vencer a “Laranja Mecânica” no segundo jogo, depois de um empate na Finlândia, mas uma derrota na Grécia e outra na Holanda deitaram tudo a perder novamente.

A França tornou-se a primeira equipa a conseguir um registo perfeito num grupo de apuramento para o Campeonato da Europa, vencendo a todos os seus oito jogos num lote que incluía a Espanha e a Checoslováquia.

Ao garantir o primeiro lugar do grupo 5, a Alemanha tornou-se a única nação a marcar presença nas quatro fases finais disputadas por oito equipas, isto após a Espanha ter ficado de fora desta edição.

A Escócia conseguiu a classificação no grupo 2, alcançando a fase final do torneio pela primeira vez, apesar de ter vindo a apurar-se para todos os Mundiais desde 1974.

A Turquia terminou a fase de apuramento sem um único ponto, tendo marcado apenas um golo nos seis jogos que disputou frente à Polónia, à Inglaterra e à República da Irlanda;

As Ilhas Faroé participaram na fase de qualificação pela primeira vez, tendo mesmo vencido a Áustria na sua estreia, por 1-0.

 

 

Fase de grupos

Esta foi a última fase de grupos disputada por apenas 8 equipas e com algumas surpresas na classificação do grupo 1. França e Inglaterra, os dois favoritos, ficaram afastados com apenas dois empates, perdendo a qualificação para os anfitriões e para os repescados. Suécia e Dinamarca conseguiram passar à fase seguinte, onde iriam encontrar Alemanha e Holanda, respectivamente.

 

Grupo 1

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Suécia Suécia 3 2 1 0 4 2 2 5
2 Dinamarca Dinamarca 3 1 1 1 2 2 0 3
3 França França 3 0 2 1 2 3 -1 2
4 Inglaterra Inglaterra 3 0 2 1 1 2 -1 2

Grupo 2

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Holanda Holanda 3 2 1 0 4 1 3 5
2 Alemanha Alemanha 3 1 1 1 4 4 0 3
3 Escócia Escócia 3 1 0 2 3 3 0 2
4 URSS Com. Estados Indep. 3 0 2 1 1 4 -3 2

 

 

Meias-finais

Suécia Suécia 2-3 Alemanha Alemanha

Holanda Holanda 2-2 Dinamarca Dinamarca (4-5 em penáltis)

 

Dois jogos emotivos marcaram as semi-finais do Euro’92. A Suécia perdeu a hipótese de disputar a final perante os seus adeptos, ao sair derrotada frente à favorita Alemanha, num jogo que teve golos praticamente até ao apito final.

No outro encontro, a Dinamarca esteve a vencer até quatro minutos do fim, quando Frank Rijkaard empatou a partida, devolvendo à Holanda a esperança de estar presente pela segunda vez consecutiva na final de Europeu e renovar o título conquistado em 1988, na Alemanha. Mantendo-se a igualdade a duas bolas até ao final do prolongamento, o jogo só ficou decidido na marcação de grandes penalidades, onde Peter Schmeichel foi decisivo, ao defender o primeiro penálti da Holanda, cobrado por Van Basten.

 

Final

Dinamarca Dinamarca 2-0 Alemanha Alemanha

 

Na final, os “vikings” conquistaram um título que semanas antes era impensável. Cerca de 40 mil pessoas esgotaram o Estádio Nya Ullevi, em Gotemburgo, e viram os dinamarqueses colocarem-se na frente com um golo de John Jensen logo aos 18′. Schmeichel foi evitando empate e aos 78′ Kim Vilfort fez o 2-0, garantindo a festa dinamarquesa. Os alemães, mais uma vez, falharam a “dobradinha”, depois de conquistado o título no Campenato do Mundo de 1990 (Itália).

 

Pódio

Dinamarca Dinamarca

Alemanha Alemanha

Holanda Holanda

Suécia Suécia

 

Equipa do Torneio

Dinamarca Peter Schmeichel (Dinamarca)
França Jocelyn Angloma (França)
França Laurent Blanc (França)
Alemanha Jürgen Kohler (Alemanha)
Alemanha Andreas Brehme (Alemanha)
Holanda Ruud Gullit (Holanda)
Alemanha Stefan Effenberg (Alemanha)
Alemanha Thomas Hässler (Alemanha)
Dinamarca Brian Laudrup (Dinamarca)
Holanda Dennis Bergkamp (Holanda)
Holanda Marco Van Basten (Holanda)

1599537_w2

Peter Schmeichel foi a grade estrela da Dinamarca

1844 Visualizações 2 Total

References:

http://www.publico.pt/noticia/suecia-1992-1189820

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1992/index.html

1844 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.