Europeu 80

Novamente em Itália, novamente a Alemanha, novamente sem Portugal

 

UEFA_Euro_1980_logo.svg Edição: Participantes: 8Organizador: UEFA

Anfitrião: Itália

Campeão: R.F. Alemanha

Vice-Campeão: Bélgica

Melhor Marcador: Klaus Allofs  – 3 golos (Alemanha)

Melhor Guarda-Redes: Dino Zoff (Itália)

Melhor Jogador: Hrubesch (Alemanha)

Total de Jogos: 14 partidas

Total de Golos: 27 golos marcados

Assistência Total: 345,463 pessoas

 

O campeonato Europeu de Futebol de 1980 trouxe várias novidades em relação às edições anteriores. A prova, que se realizou novamente em Itália, contou com a presença de oito equipas na fase final, ao invés das habituais quatro. Esta edição, de 1980, foi a única em que não houve qualquer jogo de meias-finais, uma vez que os vencedores dos dois grupos, de quatro selecções cada, garantiram directamente a presença na final. Os segundos classificados disputaram o playoff de 3º e 4º lugar. Pela primeira vez, o país anfitrião foi escolhido antes do torneio e tinha, por isso, a presença garantida na fase final, não necessitando de disputar a fase de qualificação.

A Itália tornou-se, nesta ocasião, o primeiro país a receber a fase final de um Campeonato da Europa por duas vezes. Os transalpinos já tinham sido os anfitriões em 1968, ano em que conquistaram o título, mas desta feita, 12 anos mais tarde, os comandados de Enzo Bearzot não foram além do terceiro lugar.

No Euro’80, a República Federal da Alemanha tornou-se a primeira selecção a vencer a prova em duas ocasiões (tinha ganho em 1972), com o triunfo sobre a Bélgica, e haveria de chegar ao “hat-trick” em 1996, já depois da queda do muro de Berlim.

O avançado do Fortuna Düsseldorf, Klaus Allofs, marcou três golos e tornou-se o terceiro jogador da RFA a terminar a prova na condição de melhor marcador, pela terceira vez consecutiva, sucedendo a Gerd Müller (1972) e Dieter Müller (1976).

Este ano marcou também a chegada da Grécia à sua primeira fase final de uma grande competição, feito que só conseguiria repetir mais de duas décadas depois, em 2004, num Europeu que acabaria por vencer, frente a Portugal.

807215_w2

o 2º título da R.F. Alemanha

 

Fase de qualificação

As trinta e duas selecções membros da UEFA foram divididas em 7 grupos de qualificação (três com cinco equipas, quatro com quatro equipas), dos quais os primeiros classificados se apuraram directamente para a fase final. Além da Itália, que já estava qualificada enquanto país anfitrião, apuraram-se Bélgica, Checoslováquia, Inglaterra, Grécia, Holanda, Espanha e RF Alemanha.

Portugal, voltou a ficar de fora da fase final, não tendo conseguido ainda estrear-se na competição principal de selecções do continente europeu. A selecção portuguesa ficou atrás da Bélgica e da Áustria, com 9 pontos no 3º lugar do grupo 2, com quatro vitórias, três derrotas e um empate.

França e Jugoslávia foram as principais ausências, numa altura em que Bulgária e Hungria iam caindo de qualidade e perdendo protagonismo no topo do futebol europeu.

 

Grupo 1

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Inglaterra Inglaterra 8 7 1 0 22 5 17 15
2 Irlanda do Norte Irlanda Norte 8 4 1 3 8 14 -6 9
3 República da Irlanda Rep. Irlanda 8 2 3 3 9 8 1 7
4 Bulgária Bulgária 8 2 1 5 6 14 -8 5
5 Dinamarca Dinamarca 8 1 2 5 13 17 -4 4

Grupo 2

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Bélgica Bélgica 8 4 4 0 12 5 7 12
2 Áustria Áustria 8 4 3 1 14 7 7 11
3 Portugal Portugal 8 4 1 3 10 11 -1 9
4 Escócia Escócia 8 3 1 4 15 13 2 7
5 Noruega Noruega 8 0 1 7 5 20 -15 1

Grupo 3

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Espanha Espanha 6 4 1 1 13 5 8 9
2 Jugoslávia Jugoslávia 6 4 0 2 14 6 8 8
3 Roménia Roménia 6 2 2 2 9 8 1 6
4 Chipre Chipre 6 0 1 5 2 19 -17 1

Grupo 4

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Holanda Holanda 8 6 1 1 20 6 14 13
2 Polónia Polónia 8 5 2 1 13 4 9 12
3 Rep. Dem. Alemanha R.D. Alemanha 8 5 1 2 18 11 7 11
4 Suíça Suíça 8 2 0 6 7 18 -11 4
5 Islândia Islândia 8 0 0 8 2 21 -19 0

Grupo 5

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Checoslováquia Checoslováquia 6 5 0 1 17 4 13 10
2 França França 6 4 1 1 13 7 6 9
3 Suécia Suécia 6 1 2 3 9 13 -4 4
4 Luxemburgo Luxemburgo 6 0 1 5 2 17 -15 1

Grupo 6

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Grécia Grécia 6 3 1 2 13 7 6 7
2 Hungria Hungria 6 2 2 2 9 9 0 6
3 Finlândia Finlândia 6 2 2 2 10 15 -5 6
4 URSS URSS 6 1 3 2 7 8 -1 5

Grupo 7

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 República Federal da Alemanha R.F. Alemanha 6 4 2 0 17 1 16 10
2 Turquia Turquia 6 3 1 2 5 5 0 7
3 País de Gales País de Gales 6 3 0 3 11 8 3 6
4 Malta Malta 6 0 1 5 2 21 -19 1

 

Fase de grupos

Pela primeira vez, o campeonato da Europa teve uma fase de grupos, ao invés dos habituais quartos-de-final, com jogos a duas mãos nos países competidores, o que juntou vários “tubarões” nos dois lotes desta etapa. A RF Alemanha confirmou a sua superioridade no grupo 1, deixando para trás a Checoslováquia, campeã em título, que tinha conquistado o europeu de 76 precisamente frente aos germânicos. No grupo 2, a Bélgica qualificou-se à frente de Itália, Inglaterra e Espanha, atirando a equipa anfitriã para a disputa do 3º e 4º lugar.

Em jeito de nota, Lothar Matthäus estreou-se a nível internacional aos 19 anos, numa vitória da República Federal da Alemanha frente à Holanda, na fase de grupos, por 3-2.

 

Grupo 1

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 República Federal da Alemanha RF Alemanha 3 2 1 0 4 2 2 5
2 Checoslováquia Checoslováquia 3 1 1 1 4 3 1 3
3 Holanda Holanda 3 1 1 1 4 4 0 3
4 Grécia Grécia 3 0 1 2 1 4 -3 1

 

Grupo 2

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Bélgica Bélgica 3 1 2 0 3 2 1 4
2 Itália Itália 3 1 2 0 1 0 1 4
3 Inglaterra Inglaterra 3 1 1 1 3 3 0 3
4 Espanha Espanha 3 0 1 2 2 4 -2 1

 

 

3º/4º Lugar

Checoslováquia Checoslováquia 1-1 Itália Itália (9-8 penáltis)

No último “play-off” do terceiro lugar na história da competição, o defesa-central Fulvio Collovati falhou o penálti decisivo, após 17 cobranças bem sucedidas, com a Checoslováquia a bater a Itália por 9-8 nas grandes penalidades, na sequência de um empate 1-1.

 

 

 

Final

Bélgica Bélgica 1-2 República Federal da Alemanha R.F. Alemanha

O feito de chegar à terceira final consecutiva do Campeonato da Europa por parte da República Federal da Alemanha mantém-se único – esse “hat-trick” foi também repetido no Campeonato do Mundo entre 1982 e 1990.

No Estádio Olímpico de Roma, a Alemanha venceu por 2-1, marcando o golo da vitória a dois minutos do fim. Chamado à última da hora, Horst Hrubesch marcou os seus primeiros golos pela selecção e ofereceu o segundo título europeu ao seu país.

 

GermanyTeam1980

“Onze contra onze e no final ganha a Alemanha”

 

Pódio

1º República Federal da Alemanha RF Alemanha

Bélgica Bélgica

Checoslováquia Checoslováquia

4º Itália Itália

 

Equipa do Torneio

Itália  Dino Zoff (Itália)

Itália  Claudio Gentile (Itália)

Itália  Gaetano Scirea (Itália)

República Federal da Alemanha Karlheinz Förster (Alemanha)

República Federal da Alemanha  Hans-Peter Briegel (Alemanha)

Itália  Marco Tardelli (Itália)

Bélgica  Jan Ceulemans (Bélgica)

República Federal da Alemanha  Bernd Schuster (Alemanha)

República Federal da Alemanha  Hansi Müller (Alemanha)

República Federal da Alemanha  Karl-Heinz Rummenigge (Alemanha)

1521 Visualizações 2 Total

References:

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1980/matches/index.html

https://www.publico.pt/noticia/italia-1980-1190897

1521 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.