Estádio Allianz Arena

allianz-arena-views_11_300dpi Descrição: Estádio de FutebolPaís: Alemanha

Cidade: Munique

Capacidade: 75,000 lugares

Relvado: Relva natural (105 x 68 m)

Data de Construção: 2005

Site Oficial: https://www.allianz-arena.de/en/

allianz-arena_s345x230 02-allianz-arena 01_muenchen_allianz_rot

 

Descrição

O Allianz Arena é um estádio de futebol localizado na cidade alemã de Munique, projectado exclusivamente para essa modalidade, e pertence ao FC Bayern Munique. O recinto foi inaugurado em Abril de 2005 e, além dos jogos do clube proprietário, recebe também as partidas em casa de outro clube da cidade, o TSV 1860 Munique.

O Allianz Arena veio substituir o velho Estádio Olímpico de Munique, apresentando agora 75,000 lugares (69,000 sentados). Inicialmente, o complexo tinha capacidade total apenas para 71,000, mas foi reformado em 2015, aumentando a quantidade de ocupação disponível. Nos últimos anos, a arena foi expandida em primeiro lugar com o acréscimo de 2.000 assentos e, em seguida, com mais 4.000 assentos, principalmente através da criação de espaço adicional na parte superior. O estádio encontra-se dividido em sete pisos e três níveis de bancadas, que foram projectadas com base nos estádios ingleses, alcançando o máximo de inclinação que a arquitectura e engenharia actuais permitem: 34 graus.

A sua principal característica é a cobertura exterior de painéis luminosos, constituídos por uma membrana à prova de fogo chamada Etileno Tetrafluoretileno (ETFE), que muda de cor. O efeito acontece devido ao seu funcionamento como um ecrã de televisão.

Dadas suas propriedades de resistência a calor, química e condições climáticas, além de ser um produto anti-adesivo e com excelente característica eléctrica, esta película foi inicialmente usada em meados de 1975 na electrónica e aviação. Recentemente, foi utilizada na Europa como material para construção civil, devido a sua transparência, possibilidade de formas curvas e de fácil manutenção. É utilizada em obras que requerem grande transparência. É extremamente leve e pode suportar 400 vezes o seu peso próprio. Além de resistente o produto não se degrada com a luz solar e é também reciclável.

Além de todas estas características, o Allianz Arena possui ainda 28 quiosques, 2 restaurantes para adeptos com capacidade para 1000 pessoas, o restaurante Arena à La Carte com 400 lugares, centros comerciais, um Press Club com 350 lugares sentados para os membros da imprensa, um parque ecológico, um museu e uma loja do FC Bayern.

 

 

História resumida

O primeiro jogo no estádio, entre TSV 1860 e FC Nuremberga (3-2), foi disputado no dia 30 de Maio de 2005. Um dia depois, Bayern jogou um particular contra a selecção nacional da Alemanha, com um resultado de 4-2.

O Allianz Arena foi um dos estádios que receberam partidas do Campeonato do Mundo de Futebol em 2006. Durante o torneio foi palco, entre outros, do jogo de abertura entre Alemanha e Costa Rica (4-2) e da meia-final entre a França e Portugal, que os franceses voltaram a vencer com um penálti de Zinédine Zidane, desta feita por 1-0.

Em 2012, o Allianz Arena foi o palco da final da Liga dos Campeões, entre o Chelsea e a equipa da casa, o Bayern. A partida terminou com a vitória dos ingleses por 3-4 no desempate por grandes penalidades, depois da igualdade a uma bola que se verificou no final do prolongamento.

O Allianz Arena será um dos locais de jogo do torneio Campeonato Europeu de Futebol de 2020, organizado pela UEFA, hospedando três jogos da fase de grupos e um dos quartos-de-final.

 

O projecto de construção

O projecto, que foi elaborado pelo escritório de arquitectura Herzog & de Meuron da Suiça, começou a materializar-se em Outubro de 2002 e ficou concluído três anos depois, com um custo de 340 milhões de euros.

Os primeiros planos para um novo estádio foram feitos em 1997 e, apesar de a cidade de Munique inicialmente ter preferido reconstruir o antigo Olympiastadion, acabou por seguir em frente com a proposta dos clubes para um novo estádio. Na avaliação da construção do novo Allianz Arena, foi efectuado um referendo que resultou numa maioria absoluta de 65,8% dos votos a favor do projecto e 34,2% contra.

O estádio pertencia a ambos os clubes, mas a 27 de Abril de 2006, o Bayern adquiriu os 50% das acções detidas pelo TSV 1860 na empresa que fundaram em conjunto, com direito de recompra por parte do vendedor até 2010. No entanto, em Abril de 2008 o TSV abdicou desse acordo e, com concordância entre todas as partes, os direitos sobre o estádio passaram a pertencer exclusivamente ao Bayern Munique.

Enquanto o Allianz Arena já se tornou pequeno demais para o Bayern, o TSV 1860 tem-se deparado com mais dificuldades para encher as bancadas, e vai-se debatendo com os elevados custos de arrendamento do espaço. Dessa forma, após a venda da sua participação na arena, o clube está agora a considerar a hipótese de construção de um novo e menor estádio, embora não tenham sido ainda apresentados planos concretos.

 

 

9424 Visualizações 2 Total

References:

https://www.allianz-arena.de/en/fakten/allgemeine-informationen/index.php

http://www.stadiumguide.com/allianz/

http://wwwo.metalica.com.br/membranas-tensionadas-filme-etfe

9424 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.