Didier Drogba

Didier Drogba, é considerado por muitos o melhor jogador da Costa do Marfim, destacou-se no Chelsea e actuava como avançado. Teve ainda passagens de destaque pelo Marselha e Galatasaray.

Didier Yves Drogba Tébily, é um futebolista costa-marfinense, ponta de lança e um dos melhores jogadores da história do Chelsea, além de Inglaterra, actuou ainda em França, China, Turquia, Canadá e Estados Unidos.

article-2704745-13125DC7000005DC-83_634x396

Drogba nasceu na cidade de Abidjan, na Costa do Marfim a 11 de Março de 1978, a sua infância foi passada entre o país de origem onde viveu com os pais e entre França onde viveu com o tio Michel Goba, jogador de futebol. Em 1991, os pais mudaram-se em definitivo para França e em 1995, Drogba mudou-se para Paris para viver com os pais, onde começou a jogar futebol, juntando-se ao clube local, o Levallois SC. Começou a dar nas vistas pelos seus golos e aos 18 anos chegou ao futebol profissional através do Le Mans, que na altura actuava na segunda liga francesa. Um início difícil, com o franzino Drogba a não aguentar a carga de treinos, causando-lhe bastantes lesões, com o tempo, conseguiu ultrapassar este obstáculo e começou a render dentro de campo, jogando com regularidade e apontando vários golos, o que levou a que a direcção do Guimgamp avançasse para a sua contratação em 2001, após uma primeira época modesta, a segunda foi a da explosão no futebol francês, com 17 golos em 34 jogos, transferindo-se no final da temporada para gigante gaulês, Marselha. A estadia no Vélodrome, foi também curta, uma época de grande nível tanto no campeonato francês como nas competições europeias, levou o Chelsea, com o recém-chegado José Mourinho a investir 25 milhões de euros no costa-marfinense, mudando-se para Londres em 2004.

Em Stamford Bridge, Drogba viria a tornar-se um símbolo do clube, um dos melhores jogadores da história, um dos mais acarinhados pelos adeptos. Foi figura de destaque das equipas de Mourinho mal chegou ao clube, contribuindo para o bi-campeonato dos blues, de recordar que o Chelsea já não era campeão há 50 anos. Mourinho viria a abandonar o clube a meio da temporada 2007/2008, mas Drogba não perdeu importância no clube, mantendo-se sempre como um dos pilares da equipa. Permaneceu nos londrinos até 2012, tendo saído com chave de ouro, ao vencer a liga dos campeões nos penalties frente ao Bayern de Munique, num jogo que toda a crítica apontou Drogba como o herói da final carregando os blues até ao título, o primeiro na história do clube. Drogba abandonou o clube, onde venceu duas supertaças, quatro FA cup, duas taças da liga e três ligas inglesas, saiu com diversos recordes, entre eles o de jogador com mais golos marcados numa temporada do clube, e ainda como quarto melhor marcador da história do clube, com 164 golos, numa lista liderada por Frank Lampard.

Com o final do contrato com Chelsea, Drogba rumou ao campeonato chinês, para actuar no Shangai Shenhua, no entanto, a estadia na China durou apenas um ano, um ano em que apontou 9 golos em 11 jogos e saiu, regressando ao velho continente, desta vez para jogar na Turquia, ao serviço do Galatasaray, onde esteve durante duas temporadas, tendo participação decisiva nos títulos conquistados, uma supertaça, uma taça e uma liga turca, saindo com o currículo ainda mais recheado.

Fazendo jus da celebre frase, “o bom filho a casa torna”, em 2014, Drogba regressou a casa, ao estádio onde havia sido mais feliz, ao Chelsea, onde reencontrou José Mourinho novamente, apesar dos 36 anos de idade, participou em 40 jogos, marcou apenas 7 golos mas conquistou novamente o título de campeão inglês. Com o trabalho feito abandonou o clube novamente, desta vez de forma definitiva e rumou ao Canadá, para actuar no Impact Montréal durante duas épocas, fazendo um total de 41 jogos e marcando 23 golos, abandonando o clube sem qualquer título.

Após a saída do Canadá, Drogba rumou aos Estados Unidos, onde se tornou proprietário do clube e jogador ao mesmo tempo, tornando-se no primeiro jogador da história nestas condições.

Drogba é considerado por muitos como o melhor jogador da história da Costa do Marfim, foi um dos principais destaques na histórica qualificação do país para o Mundial 2006, o primeiro na sua história. Drogba teve 104 internacionalizações pelos “elefantes” e apontou 65 golos, que fazem dele o maior goleador da história do país.

577 Visualizações 1 Total
577 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.