Necrófago

Descrição de necrófago, conjunto de indivíduos cuja alimentação tem por base indivíduos mortos e em decomposição. Os membros deste grupo auxiliam na reciclagem da matéria…

Necrófago é a designação atribuída ao indivíduo ou conjunto de indivíduos cuja alimentação se baseia em seres mortos. Outras designação podem ser saprófitas ou ainda detritívoros, O termo necrófago encontra-se mais associado a animais, como por exemplo, os abutres que se alimentam de animais mortos.

Necrófago facultativo

As suas fontes de alimento são animais que morreram de forma natural, ou foram abatidos por outros seres vivos, logo estes são considerados uma variação de carnívoros. Tal como outros carnívoros, estes encontram-se nos níveis mais altos da cadeia alimentar.

Os seres saprófitas são geralmente as plantas, que se alimentam de restos orgânicos, auxiliando na sua decomposição. Já os detritívoros podem ser associados a insetos ou fungos, que tal como os saprófitas auxiliam na destruição da matéria orgânica.

Principais tipos de necrófagos

Nos parágrafos que se seguem serão enumerados alguns indivíduos associados a este tipo de alimentação. Apesar de nem sempre se alimentarem exclusivamente de cadáveres. Mas muitas outras espécie, não mencionadas, por várias razões, podem optar por este tipo de alimentação. Em particular, quando não existem muitos seres vivos de que se alimentarem.

Larvas

        Insetos

Muitas espécies de insetos são consideradas necrófagas, mas nem todas o são. Os membros da ordem Diptera (associada as moscas) são normalmente as primeiras espécies a colonizar uma carcaça.

Muitos outros indivíduos utilizam as carcaças de animais como fontes de alimento, ou mesmo como substrato para o seu desenvolvimento. Ao contrario de outros necrófagos, as “moscas” podem alimentar-se de seres ainda vivos, em particular das suas feridas.

       Aves

As aves necrófagas são importantes para os ecossistemas em que habitam, pois auxiliam na remoção de organismos mortos, evitando assim a propagação de doenças. Estas são também importantes visto atraírem turistas.

No entanto, o uso de pesticidas e a diminuição das fontes de alimento, têm contribuído para o seu desaparecimento. Em alguns países foram criados comedouros especiais para permitir a reintrodução de algumas dessas espécies.

      Hienas

As hienas são também necrófagos importantes, apesar de caçarem e alimentarem-se de organismos vivos quando em grupo. Estes assumem este tipo de alimentação quando se encontram solitários, na natureza. Muitas vezes alimentam-se dos restos deixados por outros animais, como os leões.

        Seres aquáticos

Algumas espécies aquáticas, como os camarões, também se alimentam de restos de outros seres. Os tubarões, entre outros animais vertebrados e invertebrados aquáticos, alimentam-se de baleias e peixes mortos, mesmo sendo comum caçarem para se alimentar.

Importância ecossistémica dos necrófagos

Abutre

Os necrófagos são elementos essenciais a um ecossistema, tal como os decompositores, estes auxiliam no ciclo da matéria (ciclo dos nutrientes). A sua função facilita a alteração da matéria, permitindo o seu posterior uso por outros indivíduos.

Os técnicos forenses utilizam muitas vezes os insetos necrófagos, para determinar à quanto tempo o cadáver se encontra em decomposição. Estes utilizam o conhecimento do tempo de desenvolvimento dos insetos, encontrados no cadaver, para estimar a hora da morte. Apesar de nem sempre se tratar de um método preciso, pois depende do local onde o corpo se encontra, ou mesmo da temperatura, este é um dos mais utilizados.

As presentes alterações nas condições climáticas têm afetado de forma negativa a vida dos necrófagos, não só pela destruição dos habitats, mas também pela alteração do seu ciclo de vida. Os seres humanos são igualmente um problema para os necrófagos, uma vez que removemos a sua fonte de alimento, escondendo ou enterrando os corpos.

61 Visualizações 1 Total

References:

Karimov, Tahir (2015). Main limiting factors affecting biological parameters of necrophage birds. The Journal of V.N.Karazin Kharkiv National University, No1153. Consultado em: Agosto 31, 2019 em https://periodicals.karazin.ua/biology/article/view/4656

Charabidze, Damien (2012). La biologie des insectes nécrophages et leur utilisation pour dater le décès em entomologie médico-légale, Annales de la Société Entomologique de France, 48:3-4, 239-252 Consultado em: Agosto 31, 2019 em https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00379271.2012.10697773

Horton, Tammy; Thurston, Michael H. (2014). A revision of the bathyal and abyssal necrophage genus Cyclocaris Stebbing, 1888 (Crustacea: Amphipoda: Cyclocaridae) with the addition of two new species from the Atlantic Ocean. Zootaxa 3796 (3): 507–527 Consultado em: Agosto 31, 2019 em https://biotaxa.org/Zootaxa/article/viewFile/zootaxa.3796.3.6/8470

Silva, Ândrio Z. Da; Hoffmeister, Camila H; Anjos, Vanessa A. dos; Ribeiro, Paulo B; Krüger, Rodrigo F. (2014). Necrophagous diptera associated with wild animal carcasses in southern Brazil. Revista Brasileira de Entomologia,58(4), 337-342. Consultado em: Agosto 31, 2019 em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0085-56262014000400006

Charabidze, D., Gosselin, M., & Hedouin, V. (2017). Use of necrophagous insects as evidence of cadaver relocation: myth or reality? PeerJ, 5, e3506. Consultado em: Agosto 31, 2019 em https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5543926/

61 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática