Tornado

Conceito de tornado, as suas principais características, os principais tipos de tornados, assim como algumas das suas consequências…

Tornado – conceito

Tornado

Tornado

Tornado é a designação atribuída a um fenómeno da natureza, formado por ventos que podem atingir velocidades na ordem dos 180km por hora. Este fenómeno é muitas vezes designado por ciclone. Os tornados caracterizam-se por terem a forma de uma coluna (cónica) formada por vento que se movimenta com força extrema, podendo tornar-se muito violento e causar grande destruição quando atingem o solo. Os tornados têm obrigatoriamente que estar ligado às nuvens ao mesmo tempo que possuem uma ligação a terra.

Estes encontram-se associados a nuvens do tipo cumulonimbus, isto é, nuvens com grande dimensões, com uma forma de bigorna e que produzem uma grande quantidade de precipitação, formam-se muitas vezes devido à ação de ventos convectivos ascendentes.

A sua formação é frequente durante a tarde devido à presença de uma atmosfera com valores de temperatura e humidade mais instáveis, o que não impede que ocorram tornados noutras alturas do dia

Este fenómeno meteorológico pode surgir sob varia formas e tamanhos, no entanto, o seu formato habitual é cónico, sendo mais largo na região do topo onde se encontra ligado às nuvens e mais estreito na região inferior, que atinge a superfície terrestre.

Os tornados encontram-se geralmente rodeados por nuvens de pó e sedimentos, podendo atingir diâmetros na ordem dos 75 metros. Este fenómeno meteorológico corresponde a um dos fenómenos violentos mais conhecidos. Muitas vezes ao tornados são confundidos com os furacões, mas estas designações correspondem a fenómenos completamente diferentes, um tornado é mais energético e possui vórtices com menores dimensões.

Os tornados possuem uma escala de medição que varia entre um F0, onde não ocorre quase danos nenhuns e os tornado F5 que são capazes de levantar casas e destruir cidades completas, no entanto, estes últimos são muito raros, esta escala designa-se por escala de Fujita. A escala de Fujita foi melhorada apresentando o grau EF0 para os tornados mais fracos e o nível EF5 como o mais forte. Existem outras escalas que medem tornados, mas estas são as mais frequentes.

Tipos de tornado:

tornados multiplos

tornados multiplos

Os tornados formam-se devido a diferenças de fluxos dentro das nuvens, isto é, nuvens com centros de pressão ascendente cruzam-se com nuvem com centros de pressão descendente levando à ocorrência de movimentações intensas dentro das nuvens.

Os tornados podem formar-se em qualquer continente, exceto na Antártida. No entanto existem zonas mais propensas ao surgimento de tornados, como por exemplo o oeste dos Estados Unidos da América, zona conhecida por corredor de tornados.

Tornados de vórtice múltiplo – tornado que forma duas ou mais colunas de ar que giram à volta de uma mesma massa de nuvens, surgindo frequentemente em tornados de forte intensidade. Apesar de serem formados pelo mesmo sistema de pressões, estes são considerados entidades distintas.

Tromba de água – correspondem a tornados que se formam sobre a superfície de um corpo de água e que se movimentam em direção a terra, características de regiões tropicais perto do Equador devido à elevada humidade. As trombas de água podem ser mais fracas e de curta duração ou mais intensas e de longa duração, consoante o tipo de sistema de nuvens que as tenha formado.

A sua forma mais comum é a de um funil estreito, cuja base se carateriza pela presença de nuvens de pó e detritos, estando bastante próxima do solo.

A circulação do ar dentro de um tornado ocorre no sentido dos ponteiros do relógio no hemisfério sul, e no sentido contrario dos ponteiros do relógio no hemisfério norte.

Após tocar o solo os tornados podem deslocar-se por uma extensão que varia entre os 30 e os 150 km, apesar de ser mais comum percorrem pequenas distancias pois apenas duram alguns minutos, mas já foram registados tornados que percorreram distancias que rondavam os 150 km.

A sua formação está associada à ocorrência de tempestades violentas, com ventos muito fortes, elevada precipitação que pode surgir sobre diversas formas chuva, neve ou particularmente granizo.

No entanto, não se sabe ainda o que pode dar origem a furacões, sendo de prever que correntes de ar ascendente e descendente associadas a super-células possam estar na sua origem, mas ainda é necessário muito mais informação e investigação.

Consequências:

consequência de um tornado

consequência de um tornado

As consequências de um tornado prendem-se com o grau de intensidade que este apresenta. Um pequeno tornado por deixar poucos danos à sua passagem enquanto um tornado de grande intensidade pode deixar um rasto de destruição enorme, podendo mesmo apagar uma “cidade do mapa”.

Nestes casos os tornados de grande intensidade podem arranjar árvores pela raiz. Deslocar casas e carros levando-os consigo, movendo-os por longas distâncias. A capacidade de deslocar objetos torna o tornado num fenómeno muito perigoso, independentemente da forma que toma, assim como do o seu tamanho.

599 Visualizações 1 Total

References:

Bridges, Andrew (2012) Twister science. Meteorologists are learning what makes a tornado. Science News for Students. Consultado em: Abril 30, 2018, em https://www.sciencenewsforstudents.org/article/twister-science

Doswell, Chuck (2013) Meteorology: On the twister trail. Nature 494, 312–313. Consultado em: Abril 29, 2018, em https://www.rmets.org/weather-and-climate/weather/tornadoes

Glossary of Tornado Terminology. TornadoFacts.net Consultado em: Abril 30, 2018, em http://www.tornadofacts.net/tornado-terms.php

(2017). Tornado, twister, hurricane, tropical cyclone, typhoon—what’s the difference? Bureau of Meteorology. Commonwealth of Australia. Consultado em: Abril 30, 2018, em http://media.bom.gov.au/social/blog/6/tornado-twister-hurricane-tropical-cyclone-typhoonwhats-the-difference/

599 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática