Floresta tropical

Conceito de floresta tropical, as suas principais caraterísticas, as condições de vida e as principais ameaças ao seu desenvolvimento…

Floresta Tropical Húmida

Floresta tropical corresponde a um ecossistema presente em ambientes quentes e húmidos. Muitas vezes associado a florestas equatoriais húmidas. Esta floresta estende-se por vários continentes (América, África, Oceânea) apesar de se encontrar bastante fraturada devido ao comportamento do ser humano, assim como em diversas ilhas do Pacifico. As florestas de monção também são incluídas na categoria de floresta tropical.

Entre as principais florestas tropicais e também designadas por equatoriais, encontram-se a floresta Amazónica e a bacia do Congo. A WWF (world wildlife fund)classificou-a como um bioma tropical, do qual também fazem parte a savana e os campos.

Caraterísticas:

A localização geográfica e as condições climáticas tornam a floresta tropical num dos maiores reservatórios de biodiversidade, carbono e água doce existente no planeta Terra. Estas florestas são ainda consideradas grandes produtores de oxigénio. No entanto, apesar da sua importância, estas continuam a perder área todos os anos.

As primeiras florestas tropicais surgiram há cerca de 100 milhões de anos, tendo-se tornado cada vez mais complexas com o passar dos séculos. Esta complexidade surge devido às condições climáticas da região, assim como à evolução natural de uma floresta.

Condições:

floresta tropical

Mais de metade de todas as espécies de plantas e animais vivem em florestas tropicais (em um hectare de floresta tropical podem crescer mais árvores do que em toda a Europa). As espécies de fauna existentes são extremamente variadas, desde pequenos insetos, a macacos e panteras.

A maioria das espécies arbóreas e arbustivas desta região são perenes. Estas podem manter a sua folhagem durante todo o ano, isto é, espécies perenes, mas isso não implica que não existam espécies caducifólias. As folhas são normalmente resistentes e as raízes são pouco profundas, sendo que em alguns casos as plantas comportam-se como parasitas ou mesmo com epifítas.

Apesar da grande diversidade existente nestas florestas, o solo é pouco profundo e não possui grande fertilidade. Apenas a camada mais superficial apresenta alguma fertilidade, sendo esta derivada da camada de vegetação que cai das árvores ou dos animais que morrem e se decompõem.

As temperaturas, nesta região, mantêm-se constantes durante o dia e a noite, ao longo de todo o ano, sofrendo apenas pequenas variações. Esta baixa variação de temperatura, em conjunto com a elevada humidade garante uma taxa de decomposição muito elevada, levando a uma maior produtividade. No entanto, em diversas regiões podem ocorrer oscilações de temperatura consoante as diversas altitudes, causadas por variações topográficas.

Estas florestas apresentam uma estrutura muito característica, pois a camada mais elevada é composta por árvores altas, com folhagem abundante. Os estratos inferiores são compostos por árvores de pequeno porte e arbustos. Por fim, o solo é coberto por uma camada de pequenas herbáceas e musgos que aguentam bem a sombra e humidade, mas a maioria do solo não apresenta plantas vivas, estando coberto por material em decomposição.

Importância:

A sua dimensão e diversidade torna as florestas tropicais muito importantes para a vida no planeta Terra, assim como, para o ser humano em particular. Esta quantidade de árvores permite a produção de cerca de 30% do oxigénio existente no planeta.

Uma grande fonte de combustíveis, matéria orgânica e vida. Entre os combustíveis destacam-se o carvão, óleo e gás. A sua capacidade abortiva torna-a numa grande reserva de dióxido de carbono e outras matérias, além de absorver poluentes e filtrar a água.

Ameaças:

Raiz e tronco de árvore floresta tropical

O ser humano é a principal fonte de ameaças à floresta tropical, especialmente devido ao aumento da população. A desflorestação para a criação de campos agrícolas ou para a venda de madeira. Nos últimos anos, grande parte da floresta tropical foi destruída, em particular, este comportamento tem-se refletido na floresta Amazónica.

A produção de papel e mobiliário têm desenvolvido uma elevada pressão sobre estas florestas. No entanto, o uso da madeira para aquecimento e como fonte de energia tem provocado um desmatamento bastante superior ao desenvolvido por outras atividades.

As queimadas são o principal método usado para destruir as árvores e “desenvolver” os territórios pertencentes às florestas. As áreas queimadas são utilizadas para a agricultura ou para a criação de gado, em particular, gado bovino.

As políticas contra o abate ilegal de árvores e contra as queimadas são essenciais para proteger as florestas tropicais e todo o ecossistema associado. Alguns países já desenvolveram legislação com o intuito de proteger estas zonas, mas a sua aplicação ainda se mostra muito difícil.

A educação para a proteção do ambiente, entre os habitantes locais, é muito mais importante do que todas as medidas políticas que se possam tomar.

214 Visualizações 1 Total

References:

Floresta Tropical. Wwf – World Wide Fund For Nature. Consultado Em: Dezembro 2, 2019, Em Https://Www.Natureza-Portugal.Org/O_Nosso_Planeta/Florestas/Floresta_Tropical/

A Floresta Húmida Um Ecossistema Ameaçado: Factos E Exemplos. Andreas Stihl Ag & Co. Kg Consultado Em: Dezembro 2, 2019, Em Https://Www.Stihl.Pt/P/Images/Teaser_Sidebar_200x140/Floresta_Tropical_Stihl(1).Pdf

Smith, Jeremy M.B. (2018). Tropical Rainforest. Encyclopædia Britannica, Inc. Consultado Em: Dezembro 2, 2019, Em Https://Www.Britannica.Com/Science/Tropical-Rainforest

214 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.