Ulmaceae, Família

Descrição da família Ulmaceae, as suas principais características, os locais onde podem ser encontradas, assim como algumas das suas utilizações frequentes

Descrição da Família Ulmaceae

ulmus-americana

Ulmus americana

Ulmaceae é a designação atribuída a uma das famílias de angiospérmicas, isto é, trata-se de uma família de plantas com flor. Esta família pertence à ordem Rosales, inserida na classe Magnoliopsida, isto é, pertence ao clado eudicotiledonia, cujos embriões possuem dois cotilédones.

A família Ulmaceae reúne cerca de 7 géneros, com aproximadamente 45 espécie, incluindo espécies de ulmeiros e de sândalo, as espécies do género Celtis já não se encontram dentro desta família. Esta é uma família muito pequena, apesar dos seus membros comporem uma grande parte das florestas de caducifólias.

Principais características:

Ulmaceae
Reino Filo Classe Ordem Família Género Espécie
 Plantae Magnoliophyta Magnoliopsida Rosales Ulmaceae
Distrib. Geográfica Estatuto Conserv. Habitat Necessidades Nutricionais
 Longevidade
Hemisfério Norte (região temperada)  algumas espécies em risco de extinção  florestas cadocifólias nenhuma especifica elevada
Características Físicas
Anatómicas Caule com crescimento secundário, copa com forma de vaso ou formando arcos, quando próxima de outros exemplares. Folhas peninervias, flores pequenas e sem pétalas
Tamanho Grandes dimensões, espécies robustas
Muito apreciados para a produção de Bonsais

 

 Os membros desta família apresentam preferencialmente um porte arbóreo, podendo surgir algumas espécies arbustivas. Os membros desta família podem ser caducos ou perenes consoante a espécie.

Os seus ramos dispõem-se de forma alterna e o seu caule pode apresentar crescimento secundário (tronco). O tronco destes indivíduos pode apresentar diferentes colorações, sendo que a sua copa carateriza-se por possuir a forma de um vaso, cujos ramos começam a arquear no sentido descendente, criando por vezes estruturas semelhantes a túneis ou arcadas, devido ao seu cruzamento.

As folhas apresentam uma disposição alterna, são muitas vezes simples com margens serradas, com um formato de pena (peninérveas), apresentando por vezes mucilagem. A coloração das folhas varia entre diferentes tons de verde (mais escuros ou mais claros) e tons mais amarelados nas épocas mais desfavoráveis, outras cores podem ser encontradas, como por exemplo o roxo ou o avermelhado, consoante a espécie.

 A floração pode ocorrer antes do surgimento das primeiras folhas, sendo que estes indivíduos necessitam de elevada exposição solar para se desenvolverem de forma conveniente.

As flores são pequenas unissexuais ou hermafroditas, em alguns casos podem surgir como inflorescências axiais. Em algumas espécies, particularmente de ulmos, podem surgir flores perfeitas. Normalmente, o arranjo floral, dos membros desta família, permite observar cerca de 9 tépalas e 9 estames, um ovário súpero com dois carpelos unidos.

Os frutos são geralmente secos e alados, pois possuem asas, podendo ser sâmaras, nozes ou drupas. Estes frutos envolvem uma única semente, que pode ou não ser alada consoante a espécie que a produz. As suas flores, assim como os seus frutos encontram-se muitas vezes encobertos pelas folhas, que surgem em grande quantidade.

Alguns membros desta família são propensos a doenças, podendo sofrer problemas causados por fungos, bactérias ou insetos, particularmente as espécies pertencentes ao género Ulmus. Apesar de alguns membros mais frágeis, uma grande parte destes indivíduos tolera bem condições desfavoráveis, assim como ambientes poluídos, solos com diferentes pH, clima frio e secas.

Distribuição:

Ulmus minor

Ulmus minor

A maioria das espécies encontra-se no Hemisfério Norte, em particular nas regiões temperadas desse território, sendo muito raras no Hemisfério Sul, não existindo na América do sul, Austrália e em África.

Existem duas espécies indígenas em Portugal continental (Ulmus minor e Ulmus glabra). A sua existência em território europeu tem estado em risco devido à perda do seu habitat, assim como a ocorrência de doenças fúngicas, colocaram algumas destas espécies em risco de extinção.

Alguns membros desta família são utilizados frequentemente para a ornamentação de ruas, pois toleram bem ambientes urbanos, contribuindo para a existência de algumas espécies em ambientes que não lhes são naturalmente associados.

Utilizações:

Bonsai

Bonsai

Os membros desta família são muito apreciados pelas suas características ornamentais. Alguns membros americanos, desta família, possuem ramos que formas arcadas, isto é, os seus ramos dispõem-se em forma de arco, formando passagens entre os diferentes espécimes.

O género Ulmus é cultivado para a produção de madeira. Esta é utilizada principalmente para a criação de móveis, pois o seu tronco possui um tipo de veio ondulado característico.

Os membros de alguns géneros desta família possuem uma elevada longevidade, sendo que em culturas como a japonesa, esses indivíduos passam a estar associados às suas tradições.

O crescimento lento de algumas espécies pertencentes a esta família torna esses indivíduos em espécimes bastante adequados para a criação de Bonsais.

Outra das utilizações mais frequentes destas espécies é no tratamento de doenças devido às suas propriedades medicinais.

949 Visualizações 2 Total

References:

(2008). Ulmaceae. Encyclopædia Britannica, inc. https://www.britannica.com/plant/Ulmaceae

Watson, L., and Dallwitz, M.J. (1992 – ). The families of flowering plants: descriptions, illustrations, identification, and information retrieval. Consultado em: Dezembro 31, 2016, em http://delta-intkey.com/angio/www/ulmaceae.htm

949 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática