Territorialidade

Conceito de territorialidade, a definição do comportamento desses animais, assim como as estratégias aplicadas na defesa do seu território…

Conceito de Territorialidade

Territorialidade é a designação atribuída ao comportamento que certos animais apresentam em relação a um determinado território. O comportamento animal é estudado numa das áreas pertencentes à Biologia, denominado de Etologia. Este território corresponde a uma área que o animal tende a defender de forma regular contra a entrada de outros indivíduos da sua espécie ou de espécies diferentes.

O comportamento de territorialidade é bastante raro, surgindo apenas em algumas espécies, como por exemplo na maioria das espécies carnívoras (predadoras), que caçam maioritariamente no mesmo local, no entanto, muitas aves também apresentam este tipo de comportamento, assim como alguns mamíferos de pequeno porte (esquilos) e repteis, entre diversos outros indivíduos.

Apesar de o animal que apresenta, normalmente, comportamento territorial ser o macho, este apenas impede a entrada a outros machos, permitindo a entrada às fêmeas da sua espécie, uma vez que a sua principal prioridade é a reprodução. Em casos particulares quem mantém o território são as fêmeas como é o caso dos leões onde são as fêmeas que caçam e impedem a entrada de outras fêmeas no seu território.

A grande maioria das espécies animais possui um território que usa para obter aquilo de que necessita para sobreviver, no entanto, não o defende impedindo que outros o utilizem. Na maior parte das vezes, o território usado por cada ser sobrepõem-se, acabando por ser partilhado por vários indivíduos que se evitam mutuamente. O território também pode variar com a época do ano e o objectivo principal desse território. Em alguns casos o animal apenas se comporta de forma territorial durante o período de acasalamento, enquanto noutros casos apresentam este comportamento durante toda a vida.

Os animais que apresentam este tipo de comportamento denominam-se por territoriais. A área defendida por estes animais contém normalmente o local onde o animais desenvolve o seu ninho ou toca, sendo muitas vezes também o local onde ocorre o acasalamento. Este local podem conter ainda a área onde o animal obtém o seu alimento e onde as crias se desenvolvem até atingirem a maturidade.

Este comportamento de territorialidade é uma característica dos animais, que tem origem nas técnicas de sobrevivência, uma vez que todas as espécies têm como principal objectivo sobreviver, reproduzir-se e criar descendência. Para que esses objectivos sejam cumpridos, cada individuo necessita de uma área mínima que lhe forneça as condições essenciais.

Em alguns casos, muito raros, o individuo opta por desenvolver técnicas que evitam a aproximação de rivais que iriam utilizar os seus recursos. Isso é a essência do do conceito de territorialidade, isto é, a capacidade, que um individuo possui, de impedir que outros indivíduos utilizem os recursos que o próprio necessitaria para a sua própria sobrevivência.

Os comportamentos de territorialidade raramente acabam em confronto físico entre os indivíduos que nele estão envolvidos. A grande maioria de comportamentos territoriais consiste numa demonstração de agressividade ou demonstrações de aviso. Estes comportamentos são muitas vezes visuais ou auditivos. Se um individuo age de forma agressiva, essa agressividade é ritualizada permitindo resolver a situação sem que ocorra um verdadeiro confronto, em último caso, se as técnicas para afugentar os invasores não resultar, pode ocorrer uma verdadeira luta entre o individuo invasor e o individuo territorial.

O tamanho do território defendido varia consoante o tamanho do animal que o defende. Uma vez que este território consiste na área onde o individuo caça, este é tanto maior quanto maior for o porte do animal, assim como a sua capacidade predatória, no entanto, não existe uma regra geral uma vez que indivíduos de pequeno porte podem utilizar territórios bastante grandes, como é o caso de algumas aves.

Tipos de território

Para algumas espécies o território defendido consiste numa área onde cada individuo reúna tudo o que necessita para a sua sobrevivência, por exemplo, um local para obtenção de alimento, um local para acasalamento e criar os seus descendentes.

Outros indivíduos consideram território, o local onde desenvolvem apenas uma das suas actividades. Por exemplo, o local onde se reproduzem, ou o local onde obtêm o seu alimento, ou mesmo um local onde realizam outras actividades essenciais à sua sobrevivência.

O território pode variar em termos de tamanho como foi mencionado posteriormente, assim como podem variar quanto à forma que apresenta. Alguns territórios apresentam formas muito irregulares, enquanto outros podem apresentar formas lineares.

Tanto a forma do território como o seu tamanho vai depender da necessidade da espécie que o está a utilizar, assim como da disponibilidade de alimento e a disponibilidade de áreas para a reprodução e para a criação da descendência.

Estratégias de defesa

Estratégias visuais:

  • Padrões de cor
  • Demonstrações de tamanho e força
  • Marcas deixadas no território (felinos marcam as árvores com as garras)
  • Demonstrações ritualistas

Estratégias auditiva:

  • Gritos (algumas aves, macacos)
  • Uivar (canídeos)
  • Canções (aves)

Estratégias olfativa:

  • Uso de urina em locais estratégicos para avisar o invasor
  • Espalhar o cheiro pelas espécies vegetais roçando-se nestas
3354 Visualizações 1 Total

References:

  • Saunders, G., McIlroy, J., Berghout, M., Kay, B., Gifford, E., Perry, R. and Van De Ven, R. (2002), The effects of induced sterility on the territorial behaviour and survival of foxes. Journal of Applied Ecology, 39: 56–66.
  • Territorial Behaviour. (2015). Encyclopædia Britannica. Consultado em: Dezembro 30, 2015, em http://www.britannica.com/topic/territorial-behaviour
3354 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.