Sistema Imunitário

Conceito de Sistema Imunitário: O sistema imunitário, também conhecido como sistema imune ou sistema imunológico, é constituído por diversos tipos de…

Conceito de Sistema Imunitário

O sistema imunitário, também conhecido como sistema imune ou sistema imunológico, é constituído por diversos tipos de células e órgãos, que protegem o organismo contra potenciais agentes agressores biológicos (microrganismos) ou químicos (toxinas). É devido à sua ação que conseguimos manter-nos saudáveis, mesmo na presença de inúmeros agentes invasores. O sistema imunitário é ainda responsável pela destruição de células envelhecidas ou anormais (cancerosas) do próprio organismo. Na ausência de um sistema imunitário funcional, mesmo infeções leves podem sobrepujar o hospedeiro e tornarem-se fatais.

Os agentes biológicos capazes de causar doenças denominam-se organismos patogénicos ou patogenes e podem ser bactérias, vírus, fungos, protozoários ou mesmo animais parasitas. Estes propagam-se, em geral, através da água, do ar ou dos alimentos e através de lesões da pele ou das mucosas.

O objetivo do sistema imunitário é reconhecer os organismos estranhos invasores, impedir a sua disseminação e finalmente eliminá-los do corpo.

Cada organismo é único do ponto de vista bioquímico. Por este motivo, o sistema imunitário é capaz de reconhecer aquilo que pertence ao organismo e o que lhe é estranho. Na superfície de cada célula existem glicoproteínas (proteínas associadas a glícidos) que são diferentes das moléculas presentes nas células de outras espécies e mesmo de outros membros da mesma espécie. O sistema imunitário do animal reconhece as suas próprias células e identifica as estranhas a si, dado que os patogenes também apresentam essas proteínas na membrana plasmática que estimulam os mecanismos de defesa do organismo.

A resposta imunitária envolve, assim, o reconhecimento das macromoléculas estranhas e os mecanismos de resposta para as eliminar. A resposta pode ser não específica ou específica. Os mecanismos de defesa não especifica (resposta imunitária inata) promovem uma proteção geral contra os patogenes, destruindo a maioria deles. Os mecanismos de defesa específica (resposta imunitária adquirida) são desencadeados para combater macromoléculas específicas associadas a cada patogene, ou seja, é direcionada para um tipo particular de substância ou patogene que tenha conseguido entrar no organismo.

As células responsáveis por ambas as respostas imunes, inatas e adquiridas, são principalmente os glóbulos brancos ou leucócitos e as células teciduais relacionadas a eles.

Com poucas exceções, as células do sistema imunitário derivam originalmente da medula óssea.

731 Visualizações 1 Total
731 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.