Pseudofruto

Conceito de Pseudofruto

Pseudofruto é a denominação atribuída a estruturas que se assemelham a frutos mas que não tiveram origem num ovário. Os pseudofrutos são muitas vezes denominados de frutos falsos, pode também ser usado o termo de fruto acessório (deriva do inglês accessory fruit), no entanto, em português fruto acessório possui uma outra definição. Estas estruturas são normalmente muito suculentas e desenvolvem-se a partir de tecidos da planta que se encontram próximos de uma flor, por exemplo o receptáculo ou o pedúnculo.

Um fruto corresponde a uma estrutura que se desenvolve a partir do ovário de flores que foram fecundados e tem como principais funções proteger e dispersar as sementes. Os pseudofrutos são muitas vezes confundidos com frutos, no entanto, a parte comestível de um pseudofruto não corresponde ao ovário desenvolvido, mas a outro tecido que se uniu ao ovário e que se expandiu e desenvolveu. Os pseudofrutos são muitas vezes confundidos com frutos e assumem a designação de fruta por serem comestíveis, no entanto, nem todos os pseudofrutos são comestíveis.

Num pseudofruto o ovário encontra-se muitas vezes atrofiado, sendo que o receptáculo que o suporta desenvolveu-se podendo ter incorporado o ovário na sua estrutura. O receptáculo ou o pedúnculo floral hipertrofiou-se podendo ter passado a acumular substâncias de reserva dando o aspecto de fruto a essa estrutura, particularmente devido ao seu grande tamanho.

Por exemplo, no caso de um morango ocorreu o desenvolvimento do receptáculo e o “verdadeiro fruto” denomina-se aquénio e corresponde às pequenas estruturas negras que estão inseridas no tecido do pseudofruto, ou no seu interior. Por exemplo, no caso de uma maçã o fruto é a estrutura mais dura que se encontra no interior e que envolve as sementes, apresenta normalmente uma coloração esverdeada e uma consistência cartilagínea.

Assim como um fruto, os pseudofrutos podem ser simples ou compostos, normalmente são carnudos devido ao desenvolvimento dos tecidos e pela sua capacidade de acumulação de nutrientes que caracterizam este tipo de estruturas. Tal como nos frutos, um pseudofruto pode ser carnudo ou seco, dependendo da ocorrência de acumulação de nutrientes.

Tipos de pseudofrutos:

  • Simples – corresponde a uma estrutura que se desenvolveu a partir do receptáculo ou do pedúnculo de uma única flor. Por exemplo a maça, a pêra e o caju.
  • Composto – desenvolveu-se a partir do receptáculo de uma flor que apresenta vários ovários e que inclui outras partes da planta. Por exemplo o morango.

Num pseudofruto o seu mecanismo de dispersão das sementes é maioritariamente os animais. Devido às características estruturais do próprio fruto torna-se necessário a destruição física do fruto para que ocorra a dispersão, visto que a maior parte das sementes, de um pseudofruto, encontra-se no interior da estrutura que se desenvolveu.

 

Palavras-chave:

Fruto

Aquénio

Receptáculo

Pedúnculo

1503 Visualizações 1 Total

References:

Angiosperm. (2015).  Encyclopædia Britannica. Consultado em: Novembro 11, 2015, em http://www.britannica.com/plant/angiosperm/Structure-and-function

Carrington, C. M. Sean. “Fruits.” (2002) Biology. Encyclopedia.com. Consultado em: Novembro11, 2015, em http://www.encyclopedia.com/doc/1G2-3400700179.html

1503 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.