Poliploidia

Conceito de Poliploidia

Nos organismos poliplóides o número de cromossomas é múltiplo do número monoplóide existente nos gâmetas (n), mas diferente de 2n. A poliploidia consiste na existência de mais de dois genomas no mesmo núcleo. As mutações cromossómicas numéricas provocam normalmente o aparecimento de organismos poliplóides. A poliploidia é de ocorrência comum nas plantas, tendo cumprido um papel relevante na origem e evolução de plantas silvestres e cultivadas.

Os organismos eucariotas são geralmente diploides (2n). A poliploidia é mais rara em animais e pode ter consequências em diversos processos celulares, como por exemplo no desenvolvimento inicial e na regulação da expressão génica. Os peixes são um dos grupos de vertebrados onde a poliploidia é mais tolerada.

Os organismos poliploides podem ser colocados em dois grupos, em particular, os autopoliplóides ou os alopoliplóides, quando há multiplicação do mesmo genoma ou formação de híbridos, respetivamente.

A poliploidia pode ser consequência de alguns processos, em particular, pela não disjunção dos cromossomas durante a meiose ou mitose ou por algum impedimento na citocinese. O cruzamento entre indivíduos de espécies diferentes também pode dar origem a poliploidia, sendo isto mais comum nas plantas.

12189 Visualizações 1 Total
12189 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.