Fragmentação

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Conceito de Fragmentação:

Fragmentação é uma forma de reprodução assexuada pelo qual um único organismo se divide em fragmentos que dão origem a novos indivíduos, clones do organismo parental. Esta fragmentação pode ocorrer de forma intencional ou por dano mecânico infligido pela ação de predadores, fenómenos climáticos adversos ou pela ação do Homem. A fragmentação é um fenómeno comum em muitas plantas e animais, como os corais, estrelas-do-mar, esponjas e anelídeos.

Em alguns casos é comum o Homem tirar partido deste tipo de reprodução para o cultivo de espécies de interesse, como no caso de alguns corais e plantas.

Este método de reprodução permite a produção de descendência em grandes números (exponencial) sem que para isso chega necessário um grande dispêndio de energia por parte do organismo parental. A fragmentação pode ser muito vantajosa para alguns organismos, especialmente os que habitam em ambientes estáveis. Os clones, sendo geneticamente iguais, partilham as mesmas fraquezas e são por isso vulneráveis a alterações ambientais, que podem ditar o colapso de toda a população.

 

Referências Bibliográficas

Delbeek, J. C. (2001) Coral farming: past, present and future trends. Aquarium Sciences and Conservation. 3(1–3): 171–81.

Lirman, Diego. (2000). Fragmentation in the branching coral Acropora palmata (Lamarck): growth, survivorship, and reproduction of colonies and fragments. Journal of Experimental Marine Biology and Ecology. 251 (1): 41–57.

3626 Visualizações 1 Total
3626 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.