Arbutus unedo (medronheiro)

Descrição da espécie arbutus unedo (medronheiro), as suas principais características, os locais onde se encontra assim como algumas das suas utilizações …

Arbutus unedo – descrição da espécie medronheiro

Arbutus unedo

Arbutus unedo

Arbutus unedo é a designação da espécie cujo nome comum é medronheiro. Esta espécie encontra-se inserida no género Arbutus, que corresponde à família Ericaceae, incluída na ordem Ericales, que faz parte da classe Magnoliopsida.

Esta espécie conhecida por ser uma árvore frutífera, cultivada frequentemente pela produção dos seus frutos, medronhos, faz parte da mesma família da urze e do rododendro. Estes indivíduos possuem uma longevidade elevada em anos humanos, sendo comum encontrar indivíduos com até 200 anos.

Principais características:

 

Arbutus unedo (medronheiro)
Reino Filo Classe Ordem Família Género Espécie
 Plantae Magnoliophyta Magnoliopsida Ericales Ericaceae Arbutus Arbutus unedo

 

Distrib. Geográfica Estatuto Conserv. Habitat Necessidades Nutricionais
 Longevidade
Região mediterrânea e zonas mais quentes da Europa  – matagais, matos ou orlas de bosques, com solos arenosos, siliciosos e ácidos Solos ricos em nutrientes 200 anos

 

Características Físicas
Anatómicas  Porte arbustivo ou arbóreo, copa arredondada
Tamanho  Não atinge alturas superiores a 10 metros
 A maturação dos frutos é muito lenta

 

A espécie Arbutus unedo apresenta um porte arbustivo ou arbóreo de pequenas dimensões, que podem atingir entre os 5 e os 10 metros de altura, raramente atingindo dimensões superiores. A sua copa é arredondada a oval, sendo que o seu tronco apresenta uma casca fendida, com coloração acastanhada.

As folhas com forma lanceoladas são persistentes, coriáceas, possuindo uma coloração verde-escuro, cuja página superior é cerosa e brilhante, enquanto a página inferior é mais clara e baça. A distribuição das folhas é normalmente alterna.

As flores são brancas ou rosadas, geralmente hermafroditas, isto é, cada flor corresponde a uma flor completa com os órgãos reprodutores de ambos os sexos. Estas flores agrupam-se em inflorescências, que formam cachos pendentes. A polinização ocorre com o auxílio de insetos polinizadores nomeadamente as abelhas.

Os seus frutos carnudos são comestíveis e possuem uma forma esférica, envolvendo as suas sementes. Estes frutos possuem uma cor esverdeada, passando a assumir uma cor amarelada ou avermelhada quando maduros. A maturação dos frutos é muito lenta, podendo demorar cerca de uma ano, o que leva à ocorrência simultânea de frutos e flores.

A propagação desta espécie deve-se particularmente à degradação dos seus frutos, que quando maduros, caem da árvore e desintegram-se libertando as sementes que iram germinar nesse local. A germinação favorável das sementes depende das condições climáticas que estas encontram-no local.

Distribuição:

Os membros desta espécie são nativos da região mediterrânica e do ocidente europeu, sendo bastante frequentes nos países da bacia do Mediterrâneo, como a Itália, Grécia, Espanha, Portugal, podendo também ser encontrados no Norte de África, na Irlanda e em Israel.

Em Portugal o medronheiro é uma espécie espontânea em todo o território. Estas espécies arbóreas encontram-se particularmente em zonas de serra, como a serra de Monchique e a serra do Caldeirão, não sendo comum encontra-las em regiões com baixa altitude. Estes estão frequentemente associados a sub-bosques povoados por pinheiros, azinheiras e sobreiros.

Os espécimes de Arbutus unedo preferem habitat como os matagais, matos ou orlas de bosques, com solos arenosos, siliciosos e ácidos, onde muitas espécies não conseguem sobreviver. Os solos mais apropriados são ricos em nutrientes e estão bem drenados, preferencialmente em zonas com boa exposição solar ou com sombra parcial.

 Estes indivíduos podem habitar regiões montanhosas, podendo sobreviver até os 1200 metros de altitude, com declives acentuados, dando preferência por climas temperados, em que os Invernos não são acentuados.

Estes indivíduos são particularmente sensíveis ao frio, a chuva intensa e a geada, podendo estas condições afetar os períodos de floração, ou provocar a queda dos seus frutos.

Utilizações:

A principal utilização desta espécie é como árvore frutífera, cujos frutos são apreciados no sul de Portugal. Os seus frutos podem ser consumidos, utilizados na produção de sobremesas ou usados para a produção de licores e outras bebidas destiladas. A coloração das suas flores contribui para a sua utilização como espécie ornamental.

Apesar da qualidade da sua madeira, a sua utilização para a produção de lenha ou carvão não é rentável economicamente, não sendo utilizadas com frequência para esse efeito. As suas características antissépticas e diuréticas permitem a utilização desta espécie como planta medicinal.

A destruição dos seus habitats, particularmente devido à degradação das florestas, têm contribuído para a escassez destes espécimes, tendo ocupado o território anteriormente pertencente aos carvalhos. A sua resistência à poluição urbana é um facto que contribui para a sobrevivência destes indivíduos.

1073 Visualizações 1 Total

References:

Whitsey Fred (2002). How to grow: Arbutus unedo. The Telegraph online. Consultado em: Fevereiro 28, 2017, em http://www.telegraph.co.uk/gardening/howtogrow/3307455/How-to-grow-Arbutus-unedo.html

Gomes, Filomena; Canhoto, Jorge M. (2009). Micropropagation of strawberry tree (Arbutus unedo L.) from adult plants. In Vitro Cell.Dev.Biol.-Plant 45:72–82 Consultado em: Fevereiro 28, 2017, em http://www.uc.pt/fctuc/dcv/Projectos/ProfJCanhoto/Micropropagation9

Fortalezas, Sofia; Tavares, Lucélia; Pimpão, Rui; Tyagi, Meenu (2010). Antioxidant Properties and Neuroprotective Capacity of Strawberry Tree Fruit (Arbutus unedo). Nutrients; 2(2): 214–229. Consultado em: Fevereiro 28, 2017, em https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3257634/

1073 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática