Sadismo Sexual

Conceito de Sadismo Sexual: O foco parafílico do sadismo sexual implica actos reais (e não simulados) em que o sujeito se excita sexualmente com o…

Conceito de Sadismo Sexual

O foco parafílico do sadismo sexual implica actos reais (e não simulados) em que o sujeito se excita sexualmente com o sofrimento físico ou psicológico da vítima. Trata-se de uma das parafilias existentes que se encontra inserida no grupo das perturbações do comportamento sexual e caracteriza-se por fantasias sexualmente excitantes, impulsos sexuais ou comportamentos intensos e recorrentes que impliquem o acto real onde o sofrimento da vítima é sexualmente excitante durante o período de pelo menos seis meses. A pessoa que actua debaixo destes impulsos sexuais ou os impulsos e fantasias sexuais provocam mal-estar clinicamente significativo ou dificuldades interpessoais. São várias as formas de sadismo sexual sendo que em alguns casos, os sujeitos sentem-se incomodados pelas suas fantasias sádicas durante o acto sexual e, então, nunca chegam a concretizá-las. Nestas situações, as fantasias sexuais sádicas implicam ter controlo sobre a pessoa que está aterrorizada pela iminência do acto sádico. Noutros casos os sujeitos agem de acordo com os impulsos sexuais sádicos com um parceiro que consente e que sofre a dor e humilhação de livre vontade (por norma, sofre de masochismo sexual). Noutras situações, o sujeito executa os seus impulsos sexuais sob a forma de coacção num parceiro ou vítima. Em todas estas situações é o sofrimento da vítima que é sexualmente excitante. São vários os actos e fantasias sádicas existentes, podendo ir desde actividades que indicam o controlo de um sujeito sobre a vítima, obrigando-a a rastejar ou a estar presa numa jaula. Podem também implicar actos mais severos como a contenção física, vendar, esbofetear, espancar, chicotear, estrangular, torturar, mutilar ou em casos mais severos matar. As fantasias sexuais sádicas podem estar presentes na infância, no entanto, o início das actividades sádicas tende a ocorrer no início da idade adulta. O sadismo sexual é habitualmente crónico e quando é executado com o parceiro sob coacção é provável que se repita até que haja uma detenção do sujeito sádico. Por norma, a intensidade dos actos sádicos aumenta com o tempo, havendo no entanto sujeitos com esta perturbação que realizam os actos sádicos durante muitos anos sem necessidade de aumentar o potencial para provocar danos corporais graves. Quando a perturbação é muito grave pode estar associada a outras perturbações, sendo muito frequente a perturbação anti-social da personalidade, podendo estes sujeitos magoar seriamente ou até matar as suas vítimas.

920 Visualizações 1 Total
920 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.