Resiliência e psicologia positiva

A resiliência e a psicologia positiva são duas variáveis presentes no ser humano que permitem a sua adaptação às circunstancias adversas, usando os recursos positivos que os mesmos possuem.

A resiliência e a psicologia positiva são duas variáveis presentes no ser humano que permitem a sua adaptação às circunstancias adversas, usando os recursos positivos que os mesmos possuem.

De acordo com alguns dados disponíveis no portal da educação e baseados em teorias de vários autores, considera-se a resiliência como sendo fundamental para que se possa produzir desenvolvimento e saúde no ser humano.

Os estudos começaram a ser mais aprofundados junto de crianças e adolescentes cuja qualidade de vida e ambiente de desenvolvimento não eram favoráveis para a sua saúde, o que os colocava frequentemente em risco.

A literatura começa a falar acerca da psicologia positiva no momento em que se apercebe do impacto favorável e bem sucedido que a mesma possui perante o desenvolvimento e o crescimento destes jovens, a partir do momento em que se foca nos aspetos positivos desse mesmo desenvolvimento, tais como, a capacidade de adaptação e de enfrentamento positivo das adversidades da vida. Fala-se em resiliência quando, perante o cenário, a tendência maior seria para o desajuste e o consequente risco no desenvolvimento (Portal da Educação, s.d.; Yunes, 2003).

No ano d 2003, Yunes efetuou estudos que mostraram a boa relação entre a resiliência e a psicologia positiva, junto de indivíduos, em cujos históricos de vida, profissionais da psicologia começaram a trabalhar questões como a felicidade, o otimismo, o altruísmo, a alegria, a satisfação, e outras sensações positivas, em contraponto com a tendência para sentimentos e sensações negativas como ansiedade, angústia e depressão.

Conclusão

Os trabalhos de investigação entre a resiliência e a psicologia positiva, começaram a emergir devido à evidente produtividade, ao desenvolvimento, evolução, saúde e, consequente qualidade de vida que os indivíduos começavam a demonstrar, durante intervenções que inferiram as suas estratégias. Verifica-se, assim, que aliar as capacidades e competências do indivíduo, de forma positiva, ou seja, usando a psicologia positiva, como recursos para a sua adaptação às adversidades, isto é, fazendo resiliência, traz abundantemente mais vantagens para a promoção da sua qualidade de vida.

  • Disponível em https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/psicologia/resiliencia-e-psicologia-positiva/28244;
  • Yunes, M.A.M. (2003). PSICOLOGIA POSITIVA E RESILIÊNCIA: O FOCO NO INDIVÍDUO E NA FAMÍLA. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 8, num. Esp., 75-84, 2003.
144 Visualizações 1 Total
144 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.