Psicologia das Massas e Análise do Ego

Psicologia das Massas e Análise do Ego: Obra de Sigmund Freud publicada em 1921, um ano após “Para Além do Principio do Prazer”, também de grande interesse…

Psicologia das Massas e Análise do Ego

Obra de Sigmund Freud publicada em 1921, um ano após “Para Além do Principio do Prazer”, também de grande interesse. Neste livro, o autor pretende afastar-se da posição clássica da psicanálise e também responder a algumas críticas, no que diz respeito à sua incidência sobre aquilo que é individual, demonstrando que existe sempre um outro, uma sociedade da qual um individuo faz parte. Teoriza, nesta obra, sobre as relações entre as pessoas e alguns aspetos do psiquismo humano. O individual é sempre o social, na medida em que os sentimentos são comuns entre os diversos membros que constituem uma sociedade e uns influenciam outros.

O autor descreve que existem dois eixos fundamentais que caracterizam diversos grupos. Dá como exemplo, a comunidade religiosa e a comunidade militar. Há um líder – Cristo ou o comandante – que ama de igual forma todos, sem distinção. Se estes se separam – quer os elementos do grupo, quer o líder do grupo – ocorrem sentimentos de solidão, abandono ou até pânico e desespero. Este líder e os seus elementos são o eixo vertical e as relações entre os diversos elementos são o eixo horizontal. O autor descreve ainda objeto externo – o líder – na substituição do ideal do ego e também os processos de identificação entre os diferentes elementos do grupo.

1083 Visualizações 1 Total
1083 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.