Psicodrama

O Psicodrama é um método de Psicoterapia que utiliza as conceptualizações da Psicanalise. Foi inventada por Jacob Levy Moreno (1889 – 1974) e consiste na representação num palco de teatro improvisado. Um individuo é convidado a representar um acontecimento ou situação com um objetivo terapêutico.

A sessão psicodinâmica divide-se em três partes: o encaminhamento no qual o paciente é solicitado a explicar como vivência o seu papel – a representação -, a ação durante a qual representa o acontecimento sob a forma de um drama, o retorno no qual deverá explicar como se encontrou no drama. Estas três partes podem ser identificadas como: aquecimento, dramatização e comentários. Os instrumentos utilizados no psicodrama são: o palco, o protagonista – o paciente, o diretor, os egos auxiliares e o auditório

Os acontecimentos representados podem ser a sua vida, um trauma, um episódio marcante. A representação depende do terapeuta e daquilo que é proposto como objetivo terapêutico.

A sessão de psicodrama apela a tais como: inversão de papéis, jogos de espelhos, desdobramento da personalidade e utilização do coro ou monólogo.

O Psicodrama foi inventado por Jacob Levy Moreno, depois de este emigrar para os Estados Unidos, em 1925, e fê-lo, segundo o próprio, a fim de revelar teatralmente a verdade do paciente nas suas relações com o outro. O que inspirou o autor a criar o psicodrama, foi o “teatro de espontaneidade” em que atores representavam em palcos improvisados, acontecimentos do quotidiano ou notícias da imprensa sem nenhuma preparação ou texto decorado. Jacob percebeu que a representação nesses palcos improvisados traria mudanças nas pessoas. Através do método psicodramático podem tratar-se situações clínicas individuais ou conflitos de grupo – sociodrama -. No sociodrama é efetuada uma representação de grupo para grupo e põe em cena conflitos coletivos- por exemplo: drama das minorias negras, dos prisioneiros, dos marginais, entre outros.

O Psicodrama é utilizado para tratamento de psicoses e outras perturbações graves tais como o narcisismo.

Palavras-Chave: Psicodrama, Jacob Levy Moreno, Psicoterapia, Psicoses, Palco improvisado, Teatro

Bibliografia:

Laplanche, J. & Pontalis, J.-B. (1990) Vocabulário de Psicanalise. Lisboa: Editorial Presença (obra original publicada em 1967)

Roudinesco, E. & Plon, M. (2000). Dicionário de Psicanalise. Lisboa: Editorial Inquérito. (obra original publicada em 1997)

818 Visualizações 1 Total
818 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.