Prostituição e hiv

A relação entre a prostituição e o hiv diz respeito à contração de doenças sexualmente transmissíveis (dst) em profissionais do sexo.

A relação entre a prostituição e o hiv diz respeito à contração de doenças sexualmente transmissíveis (dst) em profissionais do sexo.

São bastante frequentes os registos que podemos encontrar de pessoas a viver na prostituição e infetadas o a síndrome da imunodeficiência adquirida (hiv), com também maior incidência em adolescentes que vivem na rua (Nunes, & Andrade, 2009).

 Falamos maioritariamente de mulheres, pobres e toxicodependentes em cuja prevenção e controlo é manifestamente mais escassa (Nunes, & Andrade, 2009).

No caso das mulheres, não podemos também deixar de referir os estudos de Silva, Costa e Nascimento (2010), nos quais se verifica que, em alguns casos, as mesmas têm parceiro fixo, além do trabalho da prostituição, com o qual não usam qualquer tipo de proteção devido ao facto de esta condição conservar mais o afeto e menos o caris comercial do ato.

Alguns dos fatores que propiciam as doenças sexualmente transmissíveis (dst) tais como o hiv, nestes indivíduos, são, tal como já referimos, a toxicodependência, dentro da qual estão vulneráveis a todo o tipo de consumo, desde a cocaína, haxixe, álcool, entre outros, bem como a frequência com que fazem uso da prostituição de forma desprotegida (Nunes, & Andrade, 2009; Silva, Costa, & Nascimento, 2010).

No entanto, várias fontes mostram que a incidência de contração de hiv, diz respeito não só as estas condicionantes como também ao facto de os próprios clientes também recusarem a utilização do preservativo durante o ato sexual, ou até mesmo o rompimento do mesmo durante o ato (Silva, Costa, & Nascimento, 2010).

Conclusão

É manifestamente significativo o número de trabalhadores e trabalhadoras do sexo que contrai hiv com facilidade devido a vários fatores como vícios de consumo de drogas e comportamento desviante por parte dos próprios clientes. Verifica-se maior incidência deste problema no caso de mulheres e classes sociais mais baixas, em que as condições de vida são mais precárias.

296 Visualizações 1 Total

References:

  • Nunes, Eliane Lima Guerra, & Andrade, Arthur Guerra de. (2009). Adolescentes em situação de rua: prostituição, drogas e HIV/AIDS em Santo André, BrasilPsicologia & Sociedade, 21(1), 45-54. https://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822009000100006;
  • Silva, Edil Ferreira da, Costa, Daysse Beserra, & Nascimento, José Ulisses do. (2010). O trabalho das profissionais do sexo em diferentes lócus de prostituição da cidade. Psicologia: teoria e prática, 12(1), 109-122. Recuperado em 13 de dezembro de 2018, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-36872010000100010&lng=pt&tlng=pt.
296 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.