Processos cognitivos

Conceito de processos cognitivos

Os processos cognitivos são os processos que caracterizam a aquisição, a organização e a utilização do conhecimento. Neste sentido, são diversos os processos que permitam ao indivíduo a apreensão do mundo, bem como a explicação do comportamento humano, tais como a atenção, a perceção, a representação e memória, a linguagem, o raciocínio e a tomada de decisão.

A perceção consiste na função que permite ao indivíduo identificar, organizar e atribuir significado aos estímulos que apreende através dos órgãos sensoriais. Para tal é também necessária a atenção, ou seja, a manutenção do foco num determinado estímulo (e.g. objeto, pessoa) que facilite a codificação, elaboração e recuperação da informação. Assim, o indivíduo organiza a informação na memória, criando uma representação (isto é, imagem) mental dos estímulos, essencial ao pensamento ou raciocínio.

Assim, decorrente da articulação dos processos anteriores, é o raciocínio que permite a interpretação de um estímulo, a criação de soluções e a consequente tomada de decisão. O raciocínio pode ser dedutivo, caracterizado pela extração de uma conclusão através de premissas que a fundamentam, e indutivo, caracterizado pela generalização com base em situações já conhecidas e que permitem predizer acontecimentos desconhecidos.

Subjacente às tomadas de decisão, estão os julgamentos que consistem na estimação de probabilidade de determinados eventos, podendo estes ser calculados através de heurísticas. As heurísticas são inferências auxiliares à tomada de decisão em situações de incerteza que permitem ao indivíduo realizar escolhas de forma célere e com poucos recursos cognitivos, já que se baseiam em regras empíricas.

Por sua vez, a linguagem caracteriza-se pela associação de palavras a significados e conceitos específicos, de forma organizada e combinada. Integra a comunicação, embora esta última não se restrinja à primeira. É através da função cognitiva da linguagem que o ser humano estabelece contacto com os outros, através de símbolos, sendo um importante mediador no relacionamento social, sem o qual esta mesma função também ficaria comprometida. Por outras palavras, o desenvolvimento da linguagem requer estimulação, sendo esta realizada no contexto interpessoal.

São os processos cognitivos que medeiam a relação do indivíduo com o mundo, os outros e consigo mesmo.

Palavras-chave: Processos cognitivos; atenção; perceção; memória; linguagem

10154 Visualizações 1 Total

References:

Eysenck, M. W., & Keane, M.T. (2007). Manual de Psicologia Cognitiva. Porto Alegre: Artmed.

10154 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.