Parafílias

Conceito de Parafílias

Inseridas nas perturbações sexuais, as parafilias caracterizam-se por fantasias intensas e recorrentes sexualmente excitantes, impulsos sexuais ou comportamentos que impliquem, geralmente, objectos não humanos, o sofrimento ou humilhação do próprio ou do parceiro e crianças ou outras pessoas sob a forma de coacção. Estas características deverão ocorrer durante um período de, pelo menos, seis meses. Para a maioria dos casos as fantasias ou estímulos parafílicos são obrigatórios para que haja estimulação sexual e excitação e são sempre integrados na actividade sexual. As preferências parafílicas em alguns casos ocorrem esporadicamente e noutros as pessoas não funcionam sexualmente sem esses estímulos. Estes impulsos, fantasias ou comportamentos causam mal-estar clinicamente significativo ou dificuldades no funcionamento social, ocupacional e em outras áreas da vida da pessoa. Dentro das parafilias encontra-se o Exibicionismo (exposição dos genitais), o Fetichismo (uso de objectos inanimados), o Frotteurismo (tocar ou roçar-se numa pessoa que não consente), a Pedofilia (foco em crianças pré-pubertárias), o Masochismo Sexual (ser objecto de humilhação e sofrimento), o Sadismo Sexual (infligir humilhação e sofrimento no parceiro), o Fetichismo Trasvestido (travestir-se), o Voyeurismo (observar actividade sexual de outras pessoas) e a Parafilia Sem Outra Especificação (incluí todas as outras parafilias que não preenchem os requisitos para as anteriores, sendo de todas a menos comum).

Este tipo de perturbações sexuais tem repercussões diferentes. Há pessoas que referem que o seu comportamento não lhes causa qualquer tipo de mal-estar, apenas se queixam das dificuldades sociais que enfrentam, enquanto outros afirmam sentir que o comportamento é imoral e socialmente desaprovado, sentindo culpa e vergonha pelos seus actos, chegando muitos a sofrer de depressão.

O diagnóstico das parafilias depende de cultura para cultura uma vez que o que é aceitável numa sociedade pode não ser noutra sendo que a prevalência é muito mais elevada nos homens, com excepção do Masochismo Sexual que também é muito frequente em mulheres. Este tipo de comportamentos começam a desenvolver-se na adolescência e no início da idade adulta podendo aumentar em resposta a stressores psicossociais, com a ocorrência de outras perturbações mentais ou com o aumento de oportunidades de se desenvolver uma parafilia, acabando por se tornarem crónicas.

Este tipo de problemáticas pode levar à detenção e prisão do indivíduo que as pratica, sendo que as ofensas contra crianças (pedofilia), o Voyeurismo e o Exibicionismo constituem a maioria dos criminosos sexuais detidos.

1533 Visualizações 1 Total
1533 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.