Desnutrição infantil

A desnutrição infantil diz respeito às fracas condições de alimentação com que as crianças vivem, principalmente nas classes sociais desfavorecidas.

A desnutrição infantil diz respeito às fracas condições de alimentação com que as crianças vivem, principalmente nas classes sociais desfavorecidas. Muitas vezes estas crianças vivem abaixo do limiar da pobreza o que traz consequências graves para o seu desenvolvimento.

Segundo Fernandes (2003) a desnutrição infantil está quase invariavelmente associada à fraca qualidade e condições de vida de nível extremamente baixo de classes sociais desfavorecidas, ou seja, diretamente ligada à pobreza, condições familiares desfavorecidas e políticas sociais desajustadas.

Alguns trabalhos como os de Sawaya (2006) mostram que a preocupação com a desnutrição infantil prende-se com as consequências nefastas que traz para o rendimento escolar das crianças.

De acordo com dados recolhidos anteriormente, verificou-se que se trata de um dos maiores problemas de saúde das crianças, em alguns países como o Brasil, devido às fracas condições de vida da população de classe baixa, como já referimos anteriormente (Fernandes, 2003).

A par desta consequência verificam-se também evidências no que diz respeito ao desenvolvimento biopsicossocial, ou seja, trata-se de um problema de saúde que afeta todo o bom funcionamento da criança (Sawaya, 2006).

De acordo com os dados recolhidos pela autora é possível afirmar que a desnutrição infantil, acontece, principalmente, em classes mais desfavorecidas onde as condições de vida ficam aquém do indispensável, o que se reflete na alimentação totalmente desajustada para esta fase de desenvolvimento (Sawaya, 2006).

Assim, Sawaya (2006) indica que a desnutrição infantil afeta, não só o rendimento escolar como também acarreta deficiência cognitiva, atraso no desenvolvimento motor, perceptivo e emocional, o que, por consequência, afeta diretamente a linguagem (Sawaya, 2006).

Existem vários e preocupantes registos sobre o assunto que referem a desnutrição infantil como um problema de saúde crónico (Fernandes, 2003).

Conclusão

A desnutrição infantil está evidentemente ligada às condições mais desfavorecidas das classes mais baixas cuja qualidade de vida é pautada pela pobreza extrema. Esta situação acarreta consequências muito nefastas no desenvolvimento das crianças que, por défice crónico na sua alimentação, desenvolvem problemas de saúde orgânicos e psíquicos devido à grande lacuna na alimentação que se trata de um bem essencial à sua saúde.

206 Visualizações 1 Total

References:

  • Fernandes, Benedito Scaranci. (2003). Nova abordagem para o grave problema da desnutrição infantil. Estudos Avançados, 17(48), 77-92. https://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142003000200007;
  • Sawaya, S.M. (2006). Desnutrição e baixo rendimento escolar: contribuições críticas. Estudos avançados 20 (58), 2006.
206 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.