Cuidadores de idosos

Cuidadores de idosos são as pessoas mais próximas dos idosos responsáveis por estes quando os mesmos se encontram em estado dependente.

Cuidadores de idosos

Cuidadores de idosos são as pessoas mais próximas dos idosos responsáveis por estes quando os mesmos se encontram em estado dependente. Habitualmente, o estilo de vida destes cuidadores sofre ajustes devido à necessidade de dar resposta aos idosos a seu cargo.

É importante referir que, no que diz respeito às características dos cuidadores de idosos, são maioritariamente do sexo feminino, filhas ou esposas e com idades, na maioria, dentro do intervalo entre os 50 e os 65 anos (Pinto, & Barham, 2014).

Segundo os estudos de Ferreira, Alexandre e Lemos (2011) a importância de falar em cuidadores de idosos diz respeito ao facto de que, as doenças desenvolvidas devido ao avanço da idade, levam, frequentemente, a que os cuidadores tenham de alterar o seu estilo de vida.

No entanto, sabe-se que, de acordo com a literatura, as respostas das instituições de saúde aos cuidadores, ainda têm algumas limitações, tendo em conta a necessidade de encontrar meios e recursos tais como o apoio domiciliar, os cuidados ao próprio cuidador e encontrar forma de lhe prestar a assistência necessária, compreendendo também as suas limitações e a sua realidade (Ferreira, Alexandre, & Lemos, 2011).

Verifica-se, pelos trabalhos realizados no terreno, que cuidadores de idosos que têm a devida assistência, correm menos riscos no que concerne ao comprometimento da sua saúde em vários sentidos (Ferreira, Alexandre, & Lemos, 2011).

Pinto e Barham (2014) indicam que a mudança no estilo de vida de um cuidadores de idoso pode levar ao aumento do nível de stress e, muitas vezes, à diminuição da qualidade de vida dos mesmos.

Algumas das doenças mais comuns em cuidadores de idosos, além das associadas ao stress, são as coronarianas e a depressão (Pinto, & Baham, 2014).

O apoio domiciliário pretende orientar, informar e prestar apoio aos cuidadores de idosos ajudando-o a funcionar melhor na qualidade de prestador de cuidados, principalmente do ponto de vista físico e afetivo (Ferreira, Alexandre, & Lemos, 2011).

Conclusão

A importância dada aos cuidadores de idosos prende-se com o facto de os mesmos também precisarem de cuidados uma vez que todo o seu estilo e qualidade de vida muda devido à necessidade de cuidar da pessoa idosa. Na maioria das vezes encontramos cenários de stress e depressão causados pelo dia a dia dos cuidados prestados pelo que é fundamental que haja equipas devidamente qualificadas e preparadas para dar resposta às necessidades que estes cuidadores têm e que, muitas vezes, não são vistas com a relevância que têm.

79 Visualizações 1 Total

References:

  • Ferraresi Rodrigues Pinto, Francine Náthalie; Barham, Elizabeth Joan. Habilidades sociais e estratégias de enfrentamento de estresse: relação com indicadores de bem-estar psicológico em cuidadores de idosos de alta dependência Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, vol. 17, núm. 3, julio-septiembre, 2014, pp. 525-539;
  • Ferreira, C.G, Alexandre, T.S, & Lemos, N.D (2011). Fatores Associados à Qualidade de Vida de Cuidadores de Idosos em Assistência Domiciliária. Saúde Soc. São Paulo, v.20, n. 2, p. 398-409, 2011. Disponível em https://www.scielosp.org/pdf/sausoc/2011.v20n2/398-409/pt
79 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.