Cinco Conferências sobre Psicanálise

Cinco Conferências sobre Psicanálise: Obra de Sigmund Freud publicada pela primeira vez em 1910. É uma das obras de Freud que na realidade se trata…

Cinco Conferências sobre Psicanálise

Obra de Sigmund Freud publicada pela primeira vez em 1910. É uma das obras de Freud que na realidade se trata de uma síntese de alguns dos seus trabalhos anteriores. Um re-pensar. Está dividida em cinco conferências que vão desde os casos clínicos à função do psicanalista.

Nestas conferências, lemos o caso clínico de Anna O. já anteriormente descrito e analisado em Estudos sobre a Histeria (1895), o abandono da hipnose ou o seu raciocínio sobre o psicanalista.

O Psicanalista é entendido como negociador, mediador,  é como se fosse um ego auxiliar, contudo sem nunca o nomear, cujo objetivo é reconduzir o sintoma ao seu lugar de origem, a ideia recalcada. Argumenta o abandono da hipnose através da possibilidade que as técnicas psicanalíticas têm sobre o recalcamento, as resistências e as manifestações do desejo com perturbação para o ego. Dessas técnicas salientamos a associação livre, a interpretação simbólica e analise dos sonhos. Esta obra destaca-se pelo re-formulação da Psicanálise com argumentações não repetidas do que anteriormente publicou e a  função do psicanalista que se começa a destacar e a abrir-se à cientificidade publica.

632 Visualizações 1 Total
632 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.