Catarse

Catarse é uma palavra de origem grega já utilizada por Aristóteles. Designa um processo de purgação ou eliminação das paixões que se produz no espetador quando assiste à representação teatral de uma tragédia. Em filosofia este termo é utilizado quase com o mesmo sentido que em psicanalise: necessidade de libertação de medos, angústias ou opressões. Está associado também à purificação da alma, contendo pois também um registo espiritual. O termo foi retomado por Sigmund Freud (1856 – 1939) e por Josef Breuer (1842 – 1925) aquando dos estudos sobre a histeria. Chama de método catártico ao procedimento terapêutico no qual o individuo consegue eliminar os afetos patogénicos, revivendo como numa peça teatral, os acontecimentos traumáticos a que estão ligados. A catarse pode ser compreendida como a reação de um individuo que em face de um dano, tem a necessidade de os eliminar. A esse efeito dá-se o nome de catarse. Em psicologia clinica e psicanalise, a catarse está associada a Sigmund Freud e ao tratamento de suas pacientes histéricas. Deriva do hipnotismo e foi utilizado pelo autor para criar o método psicanalítico propriamente dito, baseado na associação livre.

Palavras-Chave: Aristoteles, Sigmund Freud, Associação livre, Psicanalise, Josef Breuer

Bibliografia:

Larousse-Bordas (2007). Dicionário Temático Larousse – Psicanalise ( Dir. Pajouès, J.). Porto Alto: Temas e Debates

Laplanche, J. & Pontalis, J.-B. (1990) Vocabulário de Psicanalise. Lisboa: Editorial Presença (obra publicada em 1967)

Roudinesco, E. & Plon, M. (2000). Dicionário de Psicanalise. Lisboa: Editorial Inquérito. (obra original publicada em 1997)

900 Visualizações 1 Total
900 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.