Varíola

O que é a varíola, como se transmite, quais os seus principais sintomas, quais os tratamentos desta doença.

O que é a Varíola

A varíola foi uma doença altamente contagiosa. É causada pelo vírus Orthopoxvirus, e foi classificada como uma das doenças mais devastadoras da história da humanidade. De facto, crê-se que as epidemias de varíola tenham condicionado a história da humanindade, incluindo a queda do Império Romano. Foi considerada erradicada pela Organização Mundial de Saúde em 1980, devido à administração em massa de vacina anti-varíola – o que só foi possível pois este vírus só infecta humanos e só tem um serotipo. Actualmente o vírus está guardado em dois laboratórios de segurança biológica máxima – Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta (Estados Unidos) e no Centro Estatal de Pesquisas de Virologia e Biotecnologia em Koltsovo (Rússia).

Transmissão

A transmissão do vírus Orthopoxvirus occore quando há contacto com a pessoa infectada, ou com a saliva ou secreções de pessoas infectadas. A doença é extremamente contagiosa.

Sintomas

Os sintomas caracterizam-se por febre, dores de cabeça e corpo. Ao fim de alguns dias surge uma erupção cutânea por todo o corpo, mas mais predominante na cara e nos membros. Eventualmente a erupção cutânea evolui para bolhas (vesículas) que ulceram e transformam-se em pústulas. Estas deixam cicatrizes profundas e desfigurantes.

A pessoa acometida com varíola pode sobreviver, e ficar imune à mesma; ou esta pode ser fatal.

Tratamento

Não existe tratamento para a varíola. Existe sim, prevenção eficaz na forma de vacina. Na verdade, a varíola foi a primeira doença a ser erradicada devido aos esforços humanos, através da administração da vaccinia.

Vaccinia foi, assim, a primeira vacina. Edward Jenner, em 1796, apercebeu-se que pessoas que lidavam de perto com o gado bovino não eram infectadas com varíola. Rapidamente se apercebeu que tal facto se devia ao contacto próximo com o gado bovino e com a sua infecção por varíola das vacas (vaccinia da palavra em latim para vaca: vacca). Assim, devido às semelhanças entre o vírus que infecta as vacas e o que infecta os humanos foi possível criar uma vacina segura para os humanos, e eficaz contra a varíola. Ainda hoje as vacinas têm o seu nome devido ao vírus vaccinia.

Nota: este texto é meramente descritivo e não constitui nem substitui aconselhamento médico.

733 Visualizações 1 Total
733 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.