Sarampo

Descrição da condição médica sarampo, uma condição tipicamente infantil. As suas principais caraterísticas, sintomas e tratamento…

Sarampo – descrição da condição médica

sarampo

sarampo

Sarampo é uma infeção viral altamente contagiosa, sendo transmitida de pessoa para pessoa, por via aérea, muitas vezes através da inalação de microgotículas expelidas por pessoas contagiosas. Os portadores desta doença são contagiosos entre os 2 e 4 dias antes de aparecerem os primeiros sinais da doença.

Esta doença não é maligna, no entanto, em alguns casos pode ser bastante grave e levar até à morte. A maior parte dos surtos da doença ocorrem em crianças e jovens, sendo muito perigoso quando ocorrem em adultos, pois aumenta o risco de ocorrerem complicações.

Aos primeiros sinais de sintomas, o paciente deve ficar isolados de outras pessoas para evitar contágio. O sarampo apenas pode ser contraído uma vez, pois a imunização é para sempre.

Diagnostico

A forma de diagnóstico do sarampo centra-se sobretudo nas manchas de Koplik (manchas no interior da boca) e cutâneas, como forma de despistar os outros sintomas que são muito comuns. Não existem testes especiais para esta doença, no entanto, o médico pode pedir alguns exames laboratoriais em caso de dúvida.

Durante alguns anos pensou-se que o sarampo tinha sido erradicado completamente, no entanto, a diminuição dos indivíduos vacinados ao longo dos últimos anos veio trazer a ocorrência de novos surtos da doença, fazendo com que o número de doentes tenha aumentado.

Neste momento não se prevê a ocorrência de uma epidemia, mas o elevado número de pessoas não vacinadas pode elevar o risco de contágio.

Causas

Um forma de contagio

Um forma de contagio

O vírus causador do sarampo (Morbillivirus) apenas existe no Homem, não tendo mais nenhum portador. Como mencionado previamente, o vírus é passado de pessoa para pessoa, por serem atingidos por espirros e tosse de indivíduos portadores da doença. Não é comum que ocorra transmissão por via indireta, isto é, contagio por se pegar em objetos tocados por pessoas contaminadas.

O contágio pode ocorrer entre os 6 dias antes do surgimento do sintomas até cerca de 4 dias após o surgimento dos sintomas mais características da doença (manchas vermelhas). As pessoas não vacinadas possuem uma maior probabilidade de contrair o vírus. A doença mais ligeira pode passar ao fim de 10 a 15 dias depois de aparecerem as manchas.

Sintomas

Marcas

Manchas de Koplil

O período de incubação é bastante curto podendo demorar entre os 8 a 13 dias. Os primeiros sintomas são febre, vermelhidão nos olhos, congestão nasal, dor de garganta e tosse, muito semelhante a diversas doenças. A distinção entre esta doença e outras é o aparecimento de manchas brancas na boca, nem sempre visíveis, designada por manchas de Koplik.

O sintoma mais associado ao sarampo é o surgimento de umas pintas vermelhas (erupções cutâneas), com forma irregular, associados a comichão que aparecem cerca de 4 dias após contrair a doença. Estas manchas surgem primeiro na cabeça, em particular nas orelhas e pescoço, mas passado alguns dias espalham-se por todas as superfícies e desaparecem do rosto.

Com o avançar da doença a febre vai aumentando e a sensação de cansaço toma conta do doente. Se o paciente continuar a fazer o tratamento, os sintomas começam a diminuir ao fim de alguns dias.

Geralmente não ficam sequelas quando o sarampo ocorrem em crianças jovens e com uma boa saúde. No entanto, em alguns casos mais graves o sarampo pode dar origem a outras doenças como a pneumonia, infeções ou mesmo encefalites, podendo em ultima analise causar danos cerebrais.

Tratamento

O tratamento preventivo é muito importante, sendo aconselhado a toma da vacina, geralmente aplicada durante a infância de forma gratuita. Apesar da existência de uma vacina segura, os casos de sarampo têm vindo a aumentar, pois os pais escolhem não vacinar os seus filhos.

Em caso de se contrair a doença, os pacientes devem consultar o médico que lhes prescreverá a medicação adequada, acompanhada de descanso e líquidos.

Não havendo um tratamento verdadeiramente eficaz contra o sarampo, o mais importante será tratar os sintomas, como a febre, a tosse, as dores musculares, evitar a desidratação, assegurar o consumo de vitaminas e minimizar o desconforto do doente.

101 Visualizações 1 Total

References:

Sarampo. Serviço Nacional de Saúde. República Portuguesa. Consultado em: Março 31, 2019, em https://www.dgs.pt/saude-publica1/sarampo.aspx

Measles. European Centre for Disease Prevention and Control. União Europeia. Consultado em: Março 31, 2019, em https://ecdc.europa.eu/en/measles

2018. Measles. Centers for Diseases control and prevention. United States of America. Consultado em: Março 31, 2019, em https://wwwnc.cdc.gov/travel/diseases/measles

Measles. World Health Organization. Consultado em: Março 31, 2019, em https://www.who.int/immunization/diseases/measles/en/

101 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática