Maturação dos Linfócitos B

Os linfócitos B, também denominados de células B, são, fora da medula, morfologicamente homogéneos, mas o fenótipo da…

Os linfócitos B, também denominados de células B, são, fora da medula, morfologicamente homogéneos, mas o fenótipo da sua superfície celular, a localização anatómica, e as propriedades funcionais revelam ainda algumas complexidades para desvendar. As células B imaturas existentes na medula adquirem à sua superfície o IgD, bem como o CD21 e CD22, para além de outras alterações importantes nas funcionalidades de outros recetores. As células B imaturas respondem a antigénios independentes de células T do tipo 1 como os lipopolissacarídeos, que promovem uma resposta rápida através de anticorpos.

Identificaram-se diferentes tipos de células B com funções individualizadas como as células B1 e as células B de zonas marginais (MZ, do inglês “marginal zone”). As células B1 murínicas foram descritas em 1983 por Lee Herzenberg e são uma subpopulação de células B CD5+ distintas das células B convencionais (B2) em relação ao seu fenótipo, localização anatómica, capacidade de auto-renovação e produção de anticorpos. As células B peritoneais são subdivididas em células B1a (CD5+) e células B1b (CD5). Os linfócitos B1a e os seus anticorpos fornecem uma proteção inata contra infeções bacterianas em hospedeiros naïve, enquanto as células B1b funcionam independentemente como a primeira fonte de anticorpos na resposta adaptativa a polissacarídeos e antigénios independentes de células T do tipo 2 durante a infeção. A função e as subpopulações de células B1 ainda não estão completamente compreendidas. Os linfócitos B MZ são uma população única de células B com propriedades de ambas as células naïve e de memória e constituem a primeira linha de defesa contra bactérias encapsuladas do sangue. As células B1, MZ e do centro germinal (GC, do inglês “germinal center” contribuem para a totalidade dos anticorpos circulantes, para as respostas através do IgM independentes do timo, e para a imunidade adaptativa através da diferenciação terminal em células plasmáticas (também denominadas de plasmócitos), que são as células efectoras da imunidade humoral. A ativação de células B maduras leva ao desenvolvimento de células GC, à geração de plasmoblastos que secretam anticorpos enquanto se multiplicam, e aos plasmócitos extrafoliculares que secretam anticorpos específicos.

Para além de libertarem anticorpos, as células B também mediam/regulam muitas outras funções essenciais à homeostasia do sistema imunitário. As células B são fundamentais na iniciação das respostas por parte das células T. Desta forma, as interações antigénicas específicas entre as células B e T podem necessitar que o antigénio seja primeiramente internalizado pelo recetor das células B (BCR, do inglês “B cell receptor”), processado, e depois apresentado numa classe do complexo major de histocompatibilidade (MHC) restrita às células T. Embora essenciais para o desenvolvimento normal do sistema imunitário, as células B também são importantes na sua manutenção. Por exemplo, os linfócitos B podem libertar citocinas imunomodulatórias que podem influenciar uma variedade de células T, células dendríticas, e as funções das células apresentadoras de antigénios, regular a organização de tecido linfoide e a neogénese, regular a cicatrização e a rejeição de transplantes, e influenciar o desenvolvimento de tumores e a imunidade a eles mesmos. As células B podem funcionar como células efetoras de produção de citocinas que influenciam a diferenciação das células T. Para além disto, também se descreveram células B regulatórias. Demonstrou-se que um tipo de células fenotipicamente distintas, designadas de células B10, regulam as respostas inflamatórias mediadas por células T através da produção de IL-10. A caracterização dos diferentes tipos de células B, as suas funções, bem como os seus mediadores moleculares usados em cada atividade específica são temas importantes para se abordar em investigações futuras.

Outros assuntos relacionados:

7370 Visualizações 1 Total
7370 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.