Dengue

Descrição da doença Dengue, os seus principais sintomas, modos de prevenção, assim como formas de tratamento…

Dengue – descrição da doença

Mosquito transmissor da dengue

Mosquito transmissor da dengue

Dengue é uma doença provocada por um agente contagioso (vírus) que usa o mosquito (Aedes aegipti) como meio para atingir o hospedeiro humano. Esta doença encontra-se presente em cerca de 100 países, sendo a sua maioria países da América do Sul e com características tropicais ou sub-tropicais, no entanto, este flavivírus teve origem na Ásia. Atualmente o mosquito portador da dengue aumentou a sua área de ação tendo já sido detetado em algumas zonas da Europa, em particular no Mediterrâneo.

A sua prevalência é maior em zonas urbanas do que em ambientes rurais, estimando-se que ocorrem cerca de 100 milhões de casos por ano, dos quais são hospitalizados cerca de 1% e morrem aproximadamente 22000 pessoas. A maioria dos doentes são crianças.

Causas e prevenção

prevenção

prevenção

Esta doença é transmitida pela picada de um mosquito, não sendo transmissível de pessoas para pessoas, ou através do consumo de água ou alimentos. Os seus portadores preferem ambientes urbanos pelo que a doença ocorrer maioritariamente nesses ambientes. As picadas são indolores, mas podem causar comichão e provocam pequenas borbulhas. O período de incubação do vírus é de 3 a 7 dias podendo ir no máximo até as 14 dias, após este período surgem os primeiros sintomas.

Atualmente ainda não existe uma vacina contra a dengue, pelo que é necessário tomar medidas preventivas mais assertivas para impedir a propagação do mosquito infetado e da própria doença. A destruição dos locais onde os mosquitos põem os seus ovos, como por exemplo reservatórios com água parada são uma forma de diminuir a prevalência da doença em locais muito quentes.

O uso de mosquiteiras para impedir a entrada de mosquitos ou mesmo fechar as portas e janelas impedindo a entrada do mosquito podem impedir por um lado a contaminação das pessoas e por outro a contaminação dos mosquitos, caso dentro de casa se encontre alguém infetado.

Os mosquitos podem estar ativos durante todo o dia, mas as alturas mais prováveis para uma picada são ao amanhecer e ao fim da tarde quando as temperaturas estão mais amenas e o calor não é tão forte. A formação e informação da população residente nas áreas de maior incidência da dengue também é importante para a redução da doença.

Sintomas

sintomas da dengue

sintomas da dengue

A dengue pode provocar sintomas mais ligeiros em pessoas infetadas pela primeira vez e sintomas mais severos quando os doentes já foram expostos uma primeira vez à doença. Esta distinção leva ao surgimento de duas versões da mesma doença a dengue clássica (menos agressiva) e a dengue hemorrágica com sintomas mais agressivos que pode levar a um maior número de mortes.

Os principais sintomas são febres altas que podem duram entre 2 a 7 dias, não durando mais que 10 dias, geralmente a febre começa a baixar ao quinto dia. As dores de cabeça fortes também estão presentes, dores oculares forte, dores musculares, nas articulações e ósseas. As pessoas infetadas podem ainda apresentar manchas vermelhas no corpo e ligeiras hemorragias.

No caso da dengue hemorrágica, após a diminuição da febre vários órgãos começam a demonstrar hemorragias e choque circulatório. Vómitos, tonturas, dificuldade em respirar e dores abdominais também podem ocorrer, assim como surge sangue nas fezes. Se estes sintomas aparecerem é necessário a visita a um médico de forma imediata, pois pode levar à morte do doente.

Tratamento

Não existe um tratamento especifico para esta doença. Os infetados devem repousar, manter a febre controlada com água fresca e tomar um analgésico e antipirético. O surgimento de desidratação deve ser prevenido pela ingestão regular de líquidos.

A colocação de redes mosquiteiras por cima da cama do doente evita um aumento da propagação da doença, diminuindo a contaminação dos mosquitos, com o sangue dos infetados. Após a diminuição da febre é importante ter em atenção os sintomas, pois podem surgir sintomas que levem à necessidade de auxilio médico.

177 Visualizações 1 Total

References:

Dengue. UC.PT e-prevenç@o. Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal. Consultado em : Janeiro 31 2019, em http://www.uc.pt/e-prevencao/trabalhadores/saude/saude/medicinadoviajante/prepare-se/dengue

(2018). Dengue. Health Condition. Queensland Government. Australia. Consultado em : Janeiro 31 2019, em http://conditions.health.qld.gov.au/HealthCondition/condition/14/217/284/dengue

(2019) Dengue. Encyclopædia Britannica, inc. Consultado em : Janeiro 31 2019, em https://www.britannica.com/science/dengue

177 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática