Matriz General Electric/McKinsey

O Modelo ou Matriz da General Electric/McKinsey, que relaciona as condições da envolvente externa (atractividade da indústria) e as competências da…

O Modelo ou Matriz da General Electric/McKinsey, que relaciona as condições da envolvente externa (atractividade da indústria) e as competências da organização (força competitiva da organização), é útil para o planeamento de portfolios de negócios em organizações que actuam em várias áreas de negócio. Para isso o modelo recorre ao relacionamento entre a atractividade da indústria e a posição competitiva da organização. Consoante a força competitiva da organização seja forte ou fraca e a atractividade da indústria seja maior ou menor, as opções serão as de desinvestir selectivamente, gestão cuidadosa dos negócios ou a de investir para o crescimento.

      Força competitiva da organização
Fraca Média Forte
Atractivid. da indústria
Forte Expandir c/ cuidado
Especializar por área
Reforçar fraquezas
Sair se não crescer
Investir p/ crescer
Conquistar liderança
Concentrar esforços
Reforçar boas áreas
Proteger posição
Investir para crescer
Concentrar esforços
Média Crescer selectivam.
Expandir sem riscos
Limitar investimento
Sair se não crescer
Gerir retorno
Proteger negócio
Investir sem risco
Reforçar retorno
Reforçar posição
Investir nos segmentos atractivos
Bater competição
Fraca Desinvestir
Não investir
Cortar custos
Sair na altura certa
Rentabilizar
Proteger segmento
Reduzir custos
Cortar investimento
Proteger retorno
Garantir retorno
Gerir bons segmentos
Defender boas áreas

 

Desinvestimento Gestão de retorno Crescimento
1543 Visualizações 1 Total
1543 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.