Tom Burns

Biografia de Tom Burns: Tom Burns, sociólogo industrial, ficou conhecido pelas suas pesquisas realizadas em 1961 em diversas empresas…

Biografia de Tom Burns

Tom Burns, sociólogo industrial, ficou conhecido pelas suas pesquisas realizadas em 1961 em diversas empresas inglesas e escocesas, em conjunto com G. M. Stalker, e cujos resultados constituem uma das bases da teoria da contingência. Nestas pesquisas, os dois investigadores procuraram analisar a correlação entre as práticas de gestão e o ambiente externo dessas organizações, tendo classificado as organizações em dois tipos: as organizações mecanicistas e as organizações orgânicas.

Na sequência destas investigações foi publicado em 1961 a obra The Management of Innovation, um dos grandes clássicos da teoria das organizações, e que procura resposta para a forma como se relacionam as organizações e seu ambiente externo. Ainda hoje, esta continua a ser uma questão fundamental para a compreensão da dinâmica organizacional e um tema obrigatório em qualquer programa de gestão, nomeadamente para a compreensão das diferenças entre as estruturas orgânicas, mais fluidas e facilitadoras da inovação, e mecanicistas, mais reguladas e avessas à inovação.

Apresentação dos estudos de Tom Burns e G. M. Stalker

A partir dos estudos realizados, Tom Burns e G. M. Stalker verificaram que os procedimentos utilizados em cada empresa diferiam de forma acentuada, mas podiam ser enquadrados em dois tipos:

  • as organizações mecanicistas (ou sistemas mecânicos);
  • as organizações orgânicas (ou sistemas orgânicos).

As principais características dos dois tipos de organizações identificadas por Tom Burns e G. M. Stalker são:

Características Sistemas Mecânicos Sistemas Orgânicos
Estrutura Organizacional Burocrática, permanente, rígida e definitiva Flexível, mutável, adaptativa e transitória
Autoridade Baseada na hierarquia e no comando Baseada no conhecimento e na consulta
Decisões Centralizadas na cúpula da organização Descentralizadas e tomadas ad hoc (aqui e agora)
Comunicações Quase sempre verticais descendentes e formais Quase sempre horizontais, verbais e informais
Ênfase Regras e regulamentos formalizados por escrito Pessoas e comunicações informais entre elas
Princípios predominantes Escola Clássica (sistema mecanicista e fechado) Escola Comportamental (pessoas, equipas,…)
Tipo de Ambiente Estável, previsível e permanente Instável, imprevisível e dinâmico

A principal conclusão a que chegaram Tom Burns e G. M. Stalker foi a de que a organização mecanicista é mais adequada em condições ambientais relativamente estáveis, enquanto que a organização orgânica é mais adequada para condições ambientais de mudança e inovação.

1323 Visualizações 1 Total
1323 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.