Dinâmica

Este artigo tem como objectivo explicar o conceito de dinâmica, na área da música.

Conceito de dinâmica

A dinâmica é um dos elementos indispensáveis à execução musical porque diz respeito a todas as variações de intensidade que encontramos numa obra, sem as quais seria impossível ouvirmos ou executarmos música. A intensidade designa a energia com que a onda sonora atinge os nossos ouvidos.

À semelhança de outros parâmetros musicais, a concepção de dinâmica foi aperfeiçoada ao longo dos séculos e das diferentes épocas.

Até Mozart, as indicações de dinâmica nas partituras eram negligenciadas, tendo o executante liberdade de escolha, de acordo com a sua interpretação da obra. Depois, com o aumento da complexidade da escrita musical, o compositor foi assumindo um papel mais decisivo relativamente a todos os parâmetros, incluindo este. Na música contemporânea é frequente ver indicado na partitura um tipo de dinâmica para nota (por exemplo, nas composições de Boulez).

Estas variações são indicadas na partitura através de siglas que designam expressões italianas:

  • pppianissimo: muito suave.
  • p piano: suave.
  • mf – mezzo forte: mais ou menos forte.
  • fforte: forte.
  • ff fortissimo: muito forte.
  • sfzsforzando: reforço brusco de intensidade.
  • crescendo: aumento progressivo de intensidade.
  • diminuendo: diminuição progressiva de intensidade.
  • mezzo voce: à meia voz.
  • sotto voce: murmurado em voz baixa.
762 Visualizações 1 Total

References:

Massin, J. & Massin, B. (1983). História da Música Ocidental. Editora Nova Fronteira, S.A: Rio de Janeiro.

762 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.