Álvaro Cassuto

Biografia de Álvaro Leon Cassuto (1938), um dos maestros portugueses mais conceituados na actualidade.

Biografia

Álvaro Cassuto nasceu na cidade do Porto, em 17 de Novembro de 1938. Licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa em 1964 mas o seu futuro estaria à frente das orquestras. Estudou com grandes mestres como Pedro de Freitas Branco, em Lisboa, Herbert von Karajan, em Berlim e Franco Ferrara, em Hilversum licenciando-se novamente, em direcção de orquestra, no Conservatório de Viena, em 1965.

Em 1969, o maestro Erich Leinsdorf, titular da Orquestra Sinfónica de Boston, atribuiu-lhe o Prémio Koussevitzky, o mais importante galardão americano para jovens maestros, o que determinou a sua carreira norte-americana. Cassuto tornou-se, pouco depois, director artístico e maestro titular da Universidade da Califórnia (1974 – 1979) da Rhode Island Philharmonic (1979 – 1985) e da National Orchestra of New York (1981 – 1986).

O maestro regressou definitivamente a Portugal, depois de 18 anos a viver sobretudo nos Estados Unidos, em 1986. Foi maestro e director da Orquestra Sinfónica da Radiofusão Portuguesa, entre 1988 e 1993, período no qual fundou a Nova Filarmónica Portuguesa. Assumiu a direcção da Orquestra Sinfónica Portuguesa, que dirigiu de 1993 até 1999 e da Orquestra do Algarve, desde 2002.

Álvaro Cassuto foi também maestro convidado de muitas dezenas das melhores orquestras europeias e norte-americanas. Entre este número abrangente destacam-se a Royal Philharmonic, a London Philharmonic Orchestra e a London Symphony Orchestra, a Philadelphia Orchestra, as orquestras de Cleveland, Los Angeles, North Carolina, Oklahoma City e San Antonio, a Orchestra de la Suisse Romande, a BBC Philharmonic (inclusive em vários festivais de música), as orquestras filarmónicas de S.Petersburgo e Moscovo, a Israel Philharmonic, a Philharmonica Hungarica (que dirigiu também em várias digressões pela Alemanha), a orquestra da Rádio de Leipzig, a Staatskapelle Weimer, a Orchestra Philharmique de la BRT (em Bruxelas), a Munchner Symphoniker e a Orquestra Nacional de España. Salientam-se, ainda, as estreias em Portugal, no Teatro Nacional de São Carlos das óperas «Erwartung», de Schönberg, «Il Prigionero», de Dallapiccola, «The Bear» de William Walton e «Em nome da Paz» da sua própria autoria.

Ao longo da sua carreira, o maestro tem sido, também, um dos principais divulgadores da obra do compositor português Joly Braga Santos, seu amigo e colega.

363 Visualizações 1 Total

References:

Álvaro Cassuto. Meloteca. Em https://www.meloteca.com/orquestras-maestros.htm#cassuto

Cassuto, Álvaro (1938). Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa.  Em http://www.mic.pt/dispatcher?where=0&what=2&show=0&pessoa_id=118&lang=PT

363 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.