Biblioteca

Noção, importância, público, materiais, objetivos e tipos de biblioteca

Biblioteca é o nome dado ao local onde são guardados livros, publicações, documentos e outros materiais que permitem às pessoas efetuarem consultas, lerem, verem, estudarem.

 

Biblioteca é, assim, um espaço físico ou virtual em que se guardam ou armazenam livros e outros materiais tais como jornais, revistas, CDs e DVDs, dispostos ordenadamente para que o acesso ao estudo e consulta seja fácil e rápido.

 

Um pouco de história…

Acredita-se que a noção de biblioteca antecedeu a de livro, pois começou no momento em que a humanidade procurou abrigo para dominar a escrita.

As primeiras bibliotecas de que se tem notícia chamavam-se “minerais”, pois os seus acervos eram constituídos por placas de argila. Mais tarde, surgiram as bibliotecas vegetais e animais, constituídas por rolos de papiro e pergaminho que serviram babilónios, assírios, egípcios, persas e até chineses. Depois, com o papel fabricado pelos árabes, formam-se as chamadas bibliotecas de papel e, mais tarde, bibliotecas de livros propriamente ditos.

Apesar de não existirem provas concretas, acredita-se que a biblioteca mais antiga do mundo tivesse sido a do rei Assurbanípal (século VII a.C.) que continha formada por placas de argila escritas em caracteres cuneiformes. Porém, a biblioteca mais famosa foi a de Alexandria, no Egito, com 40 a 60 mil manuscritos em rolos de papiro. Recentemente, e após um incêndio, o governo do Egito inaugurou a nova biblioteca de Alexandria: um complexo cultural com bibliotecas com modernos recursos tecnológicos, museus, áreas para exposições, centros educacionais e um centro para convenções internacionais.

Outras bibliotecas também tiveram a sua importância na História, como as bibliotecas judaicas, em Gaza, a biblioteca de Nínive, Mesopotâmia e a biblioteca de Pérgamo, incorporada à de Alexandria, além das bibliotecas gregas que pertenceram a filósofos.

É a partir do século XVI que a biblioteca realmente se transforma naquilo pelo qual a reconhecemos hoje: veículo de democratização da informação, de carácter intelectual, com localização acessível e utilização gratuita.

 

Importância de uma biblioteca

Para quem as visita, as bibliotecas são muito úteis porque permitem, essencialmente, que se estude, leia e consulte gratuitamente diferentes obras que de outro modo os utilizadores poderiam não ter acesso.

 

Público de uma biblioteca

O público de uma biblioteca é diverso: desde a pessoa que procura informação sobre um tema em especifico, por exemplo, para elaborar uma tese de licenciatura, à pessoa que apenas pretende distrair-se com a leitura de um romance, revista ou jornal.

 

Materiais numa biblioteca

Hoje em dia, as bibliotecas não são somente guardiãs de livros, podem disponibilizar também dicionários, enciclopédias, monografias, manuais documentos tridimensionais, almanaques, atlas, jornais, revistas, manuscritos, filmes, discos, CDs, DVDs, VHS, BDs, etc.

De ressalvar que as revistas e jornais são classificados como material periódico e por isso organizados e armazenados numa secção chamada hemeroteca, espaço próprio para este tipo de documentos informativos.

 

Principais objetivos de uma biblioteca

– Disponibilização e conservação de livros e demais publicações e materiais.

– Empréstimo de livros.

– Organização de obras impressas segundo algumas regras de catalogação e arquivo de modo a que possam ser encontradas de forma imediata por meio de classificações como autor (alfabeticamente), assunto, etc.

– Disponibilização de computadores com acesso à Internet aos utilizadores, para fins pessoais.

 

Principais tipos de biblioteca

Genericamente há dois grandes tipos de bibliotecas: públicas e privadas.

 

Públicas – O acesso aos livros e outros materiais costuma ser gratuito, sendo permitido o empréstimo de livros por um determinado período, por exemplo, pois as bibliotecas públicas têm por objetivo proporcionar o livre acesso à informação e cultura, e hoje em dia também visam a inclusão digital.

 

Particulares – São mantidas por instituições de ensino privadas, fundações, instituições de pesquisa e grandes colecionadores, entre outros, e podem abrir as suas portas a estudantes e pesquisadores, mas não ao público em geral.

 

Existem também as chamadas bibliotecas comunitárias, que geralmente situam-se em bairros da periferia das grandes cidades e mantém-se com algum custo à base de doações de particulares ou de instituições privadas, porque nem sempre recebem apoio do Governo.

 

Por fim, as bibliotecas especializadas são locais que oferecem coleções de informações sobre determinado assunto, tais como medicina, matemática, cinema, etc.

255 Visualizações 1 Total
255 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.