Benjamin Clementine

Benjamin Clementine, o pianista, cantor e compositor londrino nasceu em 1988, e mais tarde mudou-se para a França, local onde iniciou a sua carreira artística.

As músicas de Clementine retratam os problemas do quotidiano com uma revolta poética sintonizada pelo amor e melancolia, através de um liricismo sofisticado, gírias, gritos e monólogos em prosa.

Totalmente autodidata, Benjamin Clementine foi inspirado pela banda indie rock Antony & the Johnsons, e mais tarde teve o seu primeiro contacto com a música de Erik Satie que influenciou a sua carreira a todos os níveis.

Antes de completar 20 anos, Clementine mudou-se para Paris, onde viveu como sem abrigo e a sua forma de sobreviver era a dar pequenos concertos em bares, onde acabou por se tornar uma figura conhecida e importante no cenário artístico e musical.

Um agente acabou por descobrir Clementine num bar parisiense e colocou-o em contacto com um futuro empresário. O artista estreou-se em 2013 com Cornerstone, um EP de três faixas poéticas de voz e piano, semelhantes com o estilo musical de Antony Hegarty e Nina Simone.

MI0004274119

Uma presença no BBC Two’s Later, com Jools Holland, fez com que Benjamin Clementine chega-se a um público maior e desde aí começou a tocar muitas mais pessoas com a sua arte.

O segundo EP, Glorious You, surgiu em 2014, acompanhado por um baixo, bateria e guitarras. O primeiro álbum de estreia do artista, At Least For Now, foi lançado em 2015, assinado pela produtora Barclay na França e pela Virgin EMI no Reino Unido.

Benjamin Clementine foi premiado com o Mercury Prize devido à sua dedicação com as vítimas dos ataques terroristas de Paris que ocorreram em 2015. No início de 2017, Clementine foi destaque na “Hallelujah Money”, o primeiro single de Damon Albarn e o quarto álbum do artista-pop de Gorillaz, Humanz, de Jamie Hewlett.

No verão de 2017, Clementine lançou o dramático “Phantom of Allepoville”, o primeiro single do LP de acompanhamento. O tão ambicionado segundo álbum do artista, I Tell a Fly, chegou em setembro daquele ano.

A maior parte dos críticos descrevem Benjamin Clementine como um homem de rara inteligência, um excelente pianista, com profunda musicalidade e com um enorme carisma em palco. No entanto, há uma certa dificuldade para adequar a sua música num único género musical específico.

604 Visualizações 2 Total
604 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.